Whatsapp

O uso do Storify como recurso didático

Estratégias de ensino-aprendizagem

O Storify, apesar de não ser tão popular quanto o Facebok e o Twitter, pode ser um excelente recurso didático.
O Storify pode ser um excelente recurso didático por permitir a compilação de atividades que os alunos desenvolveram nas redes sociais *
O Storify pode ser um excelente recurso didático por permitir a compilação de atividades que os alunos desenvolveram nas redes sociais *
PUBLICIDADE

Se você já trabalha com o Twitter, Facebook e o Instagram como recursos didáticos, vai gostar de conhecer o Storify. Não se trata de uma rede social, e sim de uma plataforma que permite compilar conteúdo disponível nas redes sociais. Também é possível compilar imagens diretamente do Google Imagens e vídeos do Youtube.

A plataforma é bastante intuitiva. Você pode cadastrar-se gratuitamente por meio de sua conta no Facebook ou no Twitter. Depois, você verá a indicação “New story” e o editor, que está dividido em duas colunas, em uma está o espaço para criar a história, em outra, o espaço para pesquisar links. Quando o link aparece, o que você precisa fazer é arrastá-lo para a caixa de texto. Ao clicar em algum espaço em branco na caixa de texto, você poderá escrever, fazer alguma anotação ou comentário sobre o link que virá a seguir.

Para incorporar postagens do Facebook, você precisa clicar na postagem e procurar pela opção “incorporar publicação”. Gerado o link, você o copia. No Storify, você procurará pela opção “Embed URL”, o ícone ao lado do ícone escrito “GIF”. A seguir, colará o link na caixa de busca e, depois, arrastará o link para o campo de texto. Ao terminar de criar sua “história” e publicá-la, escolherá a forma como quer apresentá-la. As opções de template são “Grid”, “Story” e “Slideshow”.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Você pode alternar entre postagens de diversas redes sociais. No exemplo acima, selecionei postagens da página no Facebook do site Brasil Escola. Você poderá selecionar as postagens referentes a alguma atividade desenvolvida no Facebook por seus estudantes.

Também há a opção de salvar como “slideshow”. Nesse caso, as postagens feitas no Facebook não são apresentadas, mas serve perfeitamente para exibir os resultados de atividades feitas no Twitter.

Além dessas duas possibilidades, ainda há muitos recursos que você poderá explorar com seus estudantes.

*Crédito editorial da imagem: Shutterstock e Gil C


Por Wigvan Pereira
Graduado em Filosofia

Artigos Relacionados
Clique e inspire-se nessas dez sugestões de como usar o Instagram nas aulas de Filosofia.
Veja a nossa proposta de atividade “Imagem e Ação” na aula de filosofia!
Você quer usar uma estratégia de ensino afinada com os interesses dos alunos? Veja quatro formas de usar o Facebook na aula de Filosofia!
Veja sete formas de usar o Twitter na aula de Filosofia e inspire-se para criar suas estratégias de ensino.
Você está em busca de sugestões para desenvolver uma avaliação de Filosofia? Veja aqui três maneiras de avaliar seus alunos!
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola