Topo
pesquisar

Plásticos sob suspeita

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE


Investigue os recipientes plásticos!

Recipiente plástico é o que se tem de mais prático em uma cozinha moderna, pode ser utilizado para diversos fins, entre eles: transporte de refeições, armazenar alimentos na geladeira, comportar bebidas, etc.

À primeira vista parece um material inofensivo, leve e de fácil manuseio, estas são as vantagens que consagraram o plástico como substituto ao vidro (pesado e quebrável). Mas em se tratando de saúde não é a melhor opção para o transporte de alimentos, esta afirmação é baseada em estudos da Harvard School of Public Health (HSPH).

Aula de Química: assunto Polímeros

Sabe-se que os plásticos nada mais são do que polímeros, e como este é um dos conteúdos a serem estudados em Química, transforme agora mesmo a aula tradicional em uma aula investigativa.

1. Tarefa de casa: os alunos devem recolher o máximo de recipientes. O interessante é recolher plásticos com diferentes utilizações: copos descartáveis, embalagens de sucos, mamadeiras, potes de iogurte, embalagem de produtos de limpeza, potes de margarina, etc.

2. Alerta para o número no fundo do recipiente

Todos os utensílios plásticos contam com uma numeração (1, 2, 3, 4, 5, 6, 7...) identificada pelos símbolos:


Simbologia utilizada para os tipos de plásticos. Fonte: CEMPRE. A Rotulagem Ambiental e o Consumidor no Mercado Brasileiro de Embalagens (2006).

Peça aos alunos para localizarem os símbolos nas embalagens recolhidas, eles estão estampados ao fundo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

3. É hora de interpretar as siglas, elas dizem respeito ao material usado na fabricação:

PET: Politereftalato de etileno

PEAD: Polietileno de Alta Densidade

PVC: Policloreto de vinila

PEBD: Polietileno de Baixa Densidade

PP: Polipropileno

PS: Poliestireno

O prefixo POLI indica que todos estes materiais são polímeros.

4. Onde mora o perigo? O que vamos apresentar a seguir é uma alerta à turma. Muitos não sabem o que tem a ver um simples número com a periculosidade do material, afinal, quais são os plásticos que oferecem riscos à nossa saúde?

A numeração é referente à origem do material, a classificação 7 é dada às embalagens de Policarbonato, feitas a partir da substância Bisfenol A (BPA).



Recipientes com este símbolo (7) são tóxicos, pesquisas comprovam que a presença de BPA no organismo está associada a doenças cardiovasculares e diabetes. O risco é ainda maior quando este tipo de plástico é usado em mamadeiras: o leite é aquecido no interior da embalagem e o calor facilita a transferência de Bisfenol A para o alimento do bebê.

ATENÇÃO: Fique atento ao escolher a embalagem que irá armazenar seus alimentos!

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola   

Veja mais! 
Bisfenol: perigo presente em mamadeiras

Separação de plásticos por densidade
Polímeros e poluição

Química - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola