Topo
pesquisar

Proposta de aula: Coesão e coerência

Estratégias de ensino-aprendizagem

A coesão e a coerência textual são fatores imprescindíveis para a construção de um bom texto. Uma abordagem sobre o tema em sala de aula.
PUBLICIDADE

A coesão e coerência textual são fatores imprescindíveis para a construção de um bom texto. É muito comum encontrarmos textos de nossos alunos que carecem destes elementos que tanto contribuem para a compreensão de uma produção textual. Como, então, podemos ajudá-los a sanar dúvidas tão recorrentes e permitir que aprimorem a escrita?

Devemos, primeiramente, discutir os conceitos de coesão e coerência textual, pois é importante que o aluno saiba distinguir cada um deles. É interessante que seja feita uma aproximação entre o tema e a classe, desta forma os alunos poderão perceber que não se trata de um amontoado de regras e termos difíceis, mas sim de ideias que poderão auxiliá-los na modalidade escrita. Mostre que, intuitivamente, utilizamos a coesão e a coerência o tempo todo na fala com a finalidade de sermos bem compreendidos por nossos interlocutores.

Nossos enunciados são dotados de sentido e logicamente, no contato com nossa família e amigos, elaboramos construções linguísticas aceitáveis com a intenção de sermos compreendidos. Portanto, devemos levar estes princípios para a escrita, mas nem sempre obtemos sucesso, apesar de sermos falantes e dominarmos a língua. Por que, então, os alunos cometem tantos deslizes quando escrevem?

É fundamental que eles conheçam os elementos de coerência e coesão para que, enfim, estes elementos deixem de ser negligenciados. Para isso, podemos fazer um levantamento prévio do conhecimento da turma para posteriormente utilizarmos os recursos didáticos adequados. O educador pode fazer uma exposição oral sobre o tema e ilustrá-lo com a ajuda de anúncios publicitários, gênero tão corriqueiro em nossas vidas. Outra ferramenta interessante são as tirinhas ou os quadrinhos, que podem estabelecer um vínculo positivo entre o conteúdo trabalhado e nossos aprendizes. Observe um exemplo a seguir:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A coesão e a coerência nas tirinhas

Observe que na tirinha “Níquel Náusea”, de Fernando Gonsales, existem poucos elementos coesivos, no entanto, é possível compreender claramente a intenção do autor. A imagem pode ser utilizada para explicarmos para os alunos que nem sempre a ausência dos conectivos inviabiliza a construção de sentidos. Se nosso texto estivesse repleto de elementos coesivos, que funcionam como pecinhas de um quebra-cabeça e auxiliam na conexão das ideias, mas nele faltasse coerência, dificilmente poderíamos compreendê-lo, já que a coerência diz respeito a inteligibilidade e interpretabilidade de um texto.

A aula deverá ser trabalhada em diferentes etapas, já que se trata de um assunto complexo e que poderá render inúmeras discussões e interferências. Ao final do nosso trabalho, nosso aluno deverá compreender a importância dos elementos coesivos para garantir uma boa sequenciação de eventos e uma eficiente articulação de ideias, assim como deverá compreender que a coerência textual está associada ao conteúdo, ou seja, está no sentido constituído pelo leitor.


Por Luana Castro
Graduada em Letras

Coesão e a coerência na construção do texto
Coesão e a coerência na construção do texto
Assista às nossas videoaulas
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola