Whatsapp

Reatividade de compostos saturados e insaturados

Estratégias de ensino-aprendizagem

Essa atividade experimental pode ajudar os alunos a entender e conseguir detectar a diferença de reatividade entre compostos saturados e insaturados.
É possível verificar a saturação de óleos e gorduras por meio de sua reatividade
É possível verificar a saturação de óleos e gorduras por meio de sua reatividade
PUBLICIDADE

Os compostos saturados são aqueles que possuem somente ligações simples entre os carbonos em sua estrutura. Quando há, no mínimo, uma ligação dupla ou tripla entre carbonos, dizemos que o composto é insaturado.

Em razão dessa diferença nas ligações dos carbonos, a reatividade do composto também é alterada. Para demonstrar isso, nesse experimento serão utilizados o óleo insaturado, que são líquidos e gorduras saturadas sólidas, como, por exemplo, a margarina.

A maneira como cada um reage diante dos mesmos compostos propicia a sua identificação. Vejamos como isso é possível:

Materiais e reagente:

  • Óleo de soja;
  • Margarina derretida;
  • Solução de amido 1%(m/V);
  • 2 provetas de 20 mL;
  • 2 conta-gotas;
  • Balão volumétrico de 100 mL;
  • Iodo;
  • Iodeto de potássio;
  • Fita crepe;
  • Água destilada;
  • Bico de Bunsen ou lamparina;
  • Tripé;
  • Tela de amianto,
  • 2 tubos de ensaio;
  • Béquer;
  • Pinça de madeira;
  • Caneta esferográfica.

Procedimento Experimental:

  1. Para se preparar a solução de amido a 1%, deve-se diluir 1 g de amido em 10 mL de água e posteriormente levar essa massa para se misturar com 100 mL de água fervente. Depois que esfriar, separa-se o sobrenadante, isto é, a parte sem grumos e temos então a solução requerida.
  2. Preparação de uma solução de iodo e iodeto de potássio, denominada lugol:

Coloque 5 g de iodo e 10 g de iodeto de potássio no balão volumétrico e complete o volume de 100 mL do balão com água destilada.  No momento da sua utilização deve-se dilui-la na proporção de 1:10. Com a fita crepe e com a caneta esferográfica, rotule essa solução e, posteriormente, aqueça-a em banho-maria;

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  1. Enumere os dois tubos de ensaio. No tubo 1 coloque 5 mL de óleo de soja e no tubo 2 coloque 5 mL da margarina derretida;
  2. Adicione 5 gotas da solução de lugol, preparada no passo 1, nos dois tubos de ensaio;
  3. Leve os dois para o banho-maria, conforme o esquema abaixo:

Sistema de aquecimento em banho-maria

  1. Retire do banho-maria quando a coloração da solução de lugol desaparecer;
  2. Depois de resfriarem, coloque nos dois tubos de ensaio 3 gotas da solução de amido;
  3. Anote o que foi observado;
  4. Depois de aproximadamente 2 minutos adicione mais 2 gotas de lugol no dois tubos e agite.

 Resultados e Discussão:

Esse procedimento feito é denominado “Índice de Iodo” e o professor pode mostrar para os alunos que reações desse tipo são muito úteis para verificar se óleos e gorduras estão adulterados, além também de medir a deterioração desses produtos por meio de oxidação, que levam à formação de subprodutos com sabor ruim e forte.

Saturação de óleos e gorduras

Além disso, ao presenciarem a diferença de reatividade desses compostos em razão da presença da ligação dupla nos compostos insaturados, pode-se fazer uma analogia para se “prever” a reatividade dos alcanos, que são saturados, e dos alcenos, que são insaturados.


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola