Whatsapp

Situações Criativas na Matemática

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE

Os conteúdos matemáticos devem ser ministrados de forma concreta e objetiva, a fim de promover um aprendizado de qualidade. O processo de aprendizagem da matemática deve passar por diversas fases que possibilitarão ao aluno o desenvolvimento do raciocínio lógico e de técnicas de aprendizagem. O aperfeiçoamento do estudante é baseado na assimilação, interpretação, desenvolvimento e resolução de situações problemas, para isso o aluno precisa ser estimulado através de atividades relacionadas a conteúdos programáticos e atividades direcionadas ao desenvolvimento cognitivo.
A Matemática é uma disciplina que está baseada em regras, mas em vários momentos elas podem ser deixadas de lado, entrando em cena diferenciadas formas de obter o resultado esperado. Essas formas diferenciadas de manipulação da Matemática por parte dos alunos devem ser aceitas pelo professor, pois o aluno, ao buscar novas formas de expressar resultados, desenvolve seu lado intelectual. A construção de sua própria linha de raciocínio o leva a aventurar pelo mundo da matemática, a fim de explorar novas situações.
Para que o aluno chegue ao ponto de assumir tal posição diante da Matemática, o professor precisa propor situações em que o estudante irá se deparar com problemas, os quais deverão ser respondidos de maneira livre, mas correta. Os exemplos a seguir são exemplos de situações problemas capazes de trabalhar e despertar no aluno o raciocínio lógico.

Exemplo 1

Traçando três linhas retas, separe os pontos que aparecem no quadro a seguir, de modo que cada ponto fique separado.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)



Resolução:

Exemplo 2

Observe as faces de alguns dados sobre uma cartolina. Traçando apenas duas linhas retas, separe os dados dessa folha em três grupos, de forma que:

 A soma dos pontos das faces dos dados de cada grupo seja um número divisível por 2;
 Em cada grupo haja três dados.

Resolução:


Exemplo 3

Desenhe a figura a seguir sem tirar o lápis do papel e sem passar mais de uma vez a mesma linha.

Resolução:

Por Marcos Noé
Graduado em Matemática
Equipe Brasil Escola

Matemática - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola