Whatsapp

Trabalhando com Classificados

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE

Durante muito tempo figurou-se no ambiente de sala de aula a didática baseada em conteúdos e nomenclaturas de forma isolada.

Hoje, porém, percebe-se que houve um avanço significativo para tal medida, na qual os conteúdos são trabalhados tendo como suporte a gramática contextualizada. Desta forma, é inegável uma maior interação por parte dos alunos frente ao aprendizado.

Partindo do princípio de que o aluno é, antes de tudo, um ser que compõe a esfera da sociedade, torna-se extremamente relevante que o educador delineie novas estratégias, fazendo com que ele não só aproprie das estruturas gramaticais em si, mas que também se interaja e compreenda a vastidão de gêneros textuais que circundam o “universo” social, e que, sobretudo, saiba empregá-los corretamente.

É de fundamental importância fazer com que os educandos se apropriem do caráter funcional da língua, e, sendo assim, torna-se bastante proveitoso promover momentos de maior interatividade com textos retratados pela mídia, jornais, Internet e revistas de uma forma geral.

Dentre estes, destacam-se o manuseio com artigos de opinião, notícias, histórias em quadrinhos, propagandas, anúncios de classificados, entre outros.

Em se tratando dos anúncios de classificados, os mesmos proporcionam uma vasta aplicabilidade no que se refere à análise de sua estrutura linguística e de sua função comunicativa no âmbito social.

Tomemos como exemplo:

Vende-se uma casa belíssima situada às margens do Jardim Botânico, com ampla área de lazer. Preço: R$200.000,00 ou aceita-se contraproposta.

Vende-se uma caminhonete “última geração” com direção hidráulica, totalmente equipada com som automotivo de primeira categoria, conservadíssima.

Preço a combinar.

Aproveite! Top de Linha.

Diante dos mesmos, torna-se pertinente enfatizar a questão da argumentação por parte do anunciante, no objetivo de persuadir o leitor quanto à aquisição da mercadoria.

Eis aí uma excelente forma de explorar a questão da produção textual, bem como a intencionalidade discursiva, destacando a finalidade da linguagem.

Ampliando a noção da característica persuasiva, esta se dá muitas vezes por meio de marcas morfológicas. Portanto, torna-se altamente produtivo explorar a questão das classes gramaticais, nas quais há o predomínio dos adjetivos, substantivos, dentre
outros.

Essas práticas docentes permitem uma maior interatividade entre o aluno e as diversas situações sociocomunicativas permeadas por diversificadas naturezas linguísticas.

Por Vânia Duarte
Graduada em Letras
Equipe Brasil Escola

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

 Português - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola