Topo
pesquisar

Tubérculos, bulbos e raízes tuberosas

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE


Tubérculo e raiz tuberosa: observe a presença de botões vegetativos na primeira estrutura.

Que batata, batata-doce, cenoura, nabo, mandioca, alho, cebola e beterraba são partes comestíveis de certos vegetais, ninguém duvida, não é mesmo? No entanto, poucas pessoas sabem reconhecer a que parte da planta eles correspondem, e não são raras as vezes em que os termos bulbo, tubérculo e raiz tuberosa são utilizados como sinônimos. Assim, para esclarecer essas questões, ninguém melhor que o professor de Ciências ou Biologia.

Esse profissional poderá iniciar o conteúdo perguntando aos alunos o que tais estruturas têm em comum. Após esse momento, comece a explicar que a semelhança está no fato de todos eles apresentarem reservas nutritivas, geralmente na forma de grãos de amido, fazendo com que se apresentem com espessura significantemente maior.

Além disso, é interessante revelar que o fato de essas partes se encontrarem enterradas se apresenta como uma vantagem para a planta, já que assim suas reservas nutritivas se encontram escondidas dos animais herbívoros.

Para um segundo momento, divida os alunos em grupos, e forneça alguns exemplares desses alimentos e faca de mesa. Peça para que analisem cada estrutura recebida, anotando as impressões que tiveram. Após esse momento, eles devem socializar as informações discutidas em grupo.

Em cima do que foi discutido, explique o que caracteriza os tubérculos, bulbos e raízes tuberosas; e, a partir das informações discutidas, os alunos devem identificar a qual grupo cada alimento pertence:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

- A cenoura, a batata-doce, o nabo, a mandioca e a beterraba são raízes tuberosas. Elas atuam como órgãos especiais de reserva.

- Já a batata comum, ou inglesa, é um tubérculo: um caule subterrâneo rico em material nutritivo. A característica marcante que diferencia a raiz tuberosa do tubérculo é a presença de botões vegetativos (ou gemas), popularmente chamados de olhos.

- Quanto à cebola e ao alho, esses são bulbos: estruturas subterrâneas formadas por folhas modificadas, chamadas catafilos, e caule. A região central é composta pelo caule, e o que a circunda são as folhas modificadas, aqui protegendo as gemas e acumulando substâncias nutritivas.

Assim, percebe-se que cada uma dessas expressões se refere a uma parte específica da planta (raiz, caule, e folhas modificadas + caule) que acumula reservas nutritivas e, portanto, não podem ser utilizadas como sinônimos.

Por Mariana Araguaia
Bióloga, especialista em Educação Ambiental
Equipe Brasil Escola

Biologia - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

A raiz é uma estrutura extremamente forte, sendo capaz de quebrar calçadas e muros
Estratégias de ensino-aprendizagem Aula prática sobre raiz
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola