Uso da música “O Pulso” para ensinar as doenças

Estratégias de ensino-aprendizagem

O uso da música “O Pulso”, dos Titãs, para ensinar as doenças pode ser uma boa alternativa para dinamizar as aulas de Biologia.
PUBLICIDADE

A música é uma ferramenta perfeita para estimular a aprendizagem, seja ela usada na forma de paródias ou até mesmo através das versões originais. Nesta sugestão de aula de biologia, propomos o uso da música “O Pulso”, dos Titãs, para ensinar as doenças de uma forma divertida.

Para iniciar esta aula, o professor pode transcrever a música no quadro ou fornecer cópias da letra para que os alunos possam acompanhar durante a realização da atividade. Veja a letra a seguir:

O pulso

O pulso ainda pulsa

O pulso ainda pulsa

Peste bubônica câncer pneumonia

Raiva rubéola tuberculose anemia

Rancor cisticercose caxumba difteria

Encefalite faringite gripe leucemia

O pulso ainda pulsa

O pulso ainda pulsa

Hepatite escarlatina estupidez paralisia

Toxoplasmose sarampo esquizofrenia

Úlcera trombose coqueluche hipocondria

Sífilis ciúmes asma cleptomania

O corpo ainda é pouco

O corpo ainda é pouco

Reumatismo raquitismo cistite disritmia

Hérnia pediculose tétano hipocrisia

Brucelose febre tifoide arteriosclerose miopia

Catapora culpa cárie câimbra lepra afasia

O pulso ainda pulsa

O corpo ainda é pouco

Essa canção, gravada pelos Titãs e de autoria de Arnaldo Antunes, traz uma grande quantidade de nomes de doenças. Algumas delas serão desconhecidas pelos alunos, sendo assim, o educador pode solicitar que eles marquem os nomes desconhecidos e realizem pesquisas no dicionário. Entretanto, é importante que o professor saiba quais são essas doenças para que possa retirar as dúvidas durante a aula.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Feito isso, os estudantes devem separar as doenças por grandes grupos. Na letra da música, há algumas patologias causadas por vírus, outras causadas por bactérias, artrópodes, entre outras. A criação de quadros pode ser uma alternativa interessante.

A depender do objetivo do professor, essa música pode ser utilizada para ensinar apenas um grupo de doenças. Os alunos podem separar apenas as doenças virais, por exemplo, e a partir daí o professor pode trabalhar mais especificamente essas enfermidades.

É possível ainda montar um questionário com perguntas como:

a) Que doença é causada por um crescimento desordenado de células?

b) Quais das doenças listadas na música atacam os pulmões?

c) Entre as doenças citadas, quais são transmitidas através da ingestão de carne contaminada?

d) Alguma das doenças apresentadas é causada por fungo?

e) Qual dessas doenças apresenta grande risco quando contraída por uma gestante?

O questionário pode apresentar variações de acordo com o que o professor deseja abordar e com o nível dos alunos. O importante aqui é tirar as aulas da rotina e mostrar que com a música também se aprende.

Boa aula!


Por Ma. Vanessa dos Santos

A música, além de fazer bem para a nossa saúde, pode ser usada como ferramenta didática
A música, além de fazer bem para a nossa saúde, pode ser usada como ferramenta didática
A luta contra o câncer de mama deve começar na escola
Estratégias de ensino-aprendizagem Uso de maquetes para ilustrar o câncer de mama
Estratégias de ensino-aprendizagem Músicas de Biologia para o ensino
Estratégias de ensino-aprendizagem Músicas ambientais