Whatsapp

Atividades relacionadas aos processos de eletrização

Estratégias de ensino-aprendizagem

Existem atividades simples que podem auxiliar o professor a ensinar os processos de eletrização, tornando a compreensão dos conceitos mais fácil.
Materiais como balões e réguas podem ser utilizados para analisar a ocorrência da eletrização
Materiais como balões e réguas podem ser utilizados para analisar a ocorrência da eletrização
PUBLICIDADE

A compreensão do que é e de como ocorrem os processos de eletrização é um passo importante nos estudos relacionados à eletricidade. Atividades experimentais e a utilização de simuladores podem auxiliar o professor no momento da explicação dos conceitos relacionados às eletrizações por atrito, contato e indução.

Uso de simuladores

Os simuladores abaixo mostram a ocorrência da eletrização por atrito, processo que após ser efetuado faz com que os objetos adquiram cargas de sinais opostos. Esses simuladores são de fácil utilização e transmitem bem o conceito proposto.

Esses simuladores, e muitos outros, estão disponíveis para download gratuito. Para isso basta clicar aqui!

Experimentos

Para se realizar experimentos em sala de aula, é ideal que sejam de fácil execução e utilizem materiais do cotidiano. Duas opções de experiências simples são o atrito entre materiais diversos e a construção de eletroscópios.

  • Atrito entre materiais

Materiais utilizados: Régua, balões, lã, papel, canudos de plástico.

Execução: Há a possibilidade de atritar os canudos de plástico na lã ou nos cabelos e grudá-los na parede, ou ainda atritar um balão na lã ou nos cabelos e aproximá-lo de pedaços pequenos de papel que instantaneamente irão se fixar no balão. Processo semelhante pode ser executado com o atrito entre régua e lã.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Eletroscópios

Materiais utilizados: Fio feito de material condutor, papel alumínio, balões.

Execução: O eletroscópio funciona baseado nas eletrizações por atrito e contato, e é utilizado para visualizar a repulsão entre cargas elétricas de mesmo sinal. Na base do fio condutor deve ser colocada uma lâmina de papel alumínio dobrada ao meio, de modo que as faces da lâmina se toquem ou estejam muito próximas. Na extremidade oposta deve ser fixada uma pequena esfera feita de papel alumínio. Ao se atritar os balões nos cabelos e tocá-los na esfera, as cargas elétricas serão transmitidas pelo fio e chegarão às lâminas, que irão se repelir mutuamente por estarem eletrizadas com cargas elétricas de mesmo sinal.

O vídeo abaixo pode auxiliar a construção do eletroscópio.


Por Joab Silas
Graduado em Física

Artigos Relacionados
Descubra como explorar a física do chuveiro elétrico em sua aula.
Experimentando a física dos capacitores através da construção da garrafa de Leyden.
Confira um roteiro de aula com experimentos que podem ajudar os seus alunos a entenderem as diferenças entre imagens reais e virtuais.
Você sabia que é possível construir um eletroscópio usando materiais simples e de baixo custo? Os eletroscópios podem ser construídos em sala de aula e são uma ótima alternativa quando se quer ensinar alguns conceitos básicos de eletrostática, como determinados processos de eletrização.
Confira uma estratégia de ensino para compreender o funcionamento da indução eletrostática, que ocorre quando um acúmulo de cargas induz a separação de cargas em um corpo condutor próximo. Leia este texto e aprenda a fazer um eletróforo para investigar o comportamento das cargas elétricas durante a indução eletrostática.
A contextualização do ensino de física torna a aula mais “rica” e aproveitável.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola