Whatsapp

Estudando antioxidantes através da maçã

Estratégias de ensino-aprendizagem

Os vegetais são ricos em polifenóis, substâncias antioxidantes que combatem os radicais livres prejudiciais à saúde.
Os polifenóis encontrados nos vegetais são poderosos antioxidantes
Os polifenóis encontrados nos vegetais são poderosos antioxidantes
PUBLICIDADE

Ao cortarmos uma fruta, podemos observar que à medida que o tempo passa ela começa a escurecer. Isso acontece porque a polpa da fruta possui substâncias chamadas polifenóis, substâncias que são antioxidantes. Os polifenóis, quando em contato com o oxigênio do ar, reagem, ocorrendo uma reação muito rápida catalisada pela enzima polifenoloxidase. Dessa reação surgem dois produtos, a água e a benzoquinona. Esses dois compostos reagem entre si em uma reação lenta e espontânea, gerando como produto a melanina, um pigmento de cor marrom escuro, que dá a cor escura que vemos nos vegetais. Quanto mais melanina presente, mais escura a fruta fica. Essa reação pode ser observada abaixo.

Todos os organismos que usam oxigênio para converter alimento em energia podem formar os radicais livres, que são prejudiciais às células. Os seres humanos possuem antioxidantes que vão diminuindo sua produção conforme a idade avança, por isso, devemos buscar nos alimentos os antioxidantes necessários para combater os radicais livres, e as plantas são organismos que possuem uma grande variedade de antioxidantes.

Na experiência proposta a seguir é possível falar sobre esse assunto com os alunos de uma forma ilustrada, fazendo com que o aprendizado se torne melhor e mais prazeroso.

Material necessário

- Maçã;

- Limão;

- Vinagre;

- Bicarbonato de sódio;

- Quatro pratos rasos;

- Um copo;

- Água;

- Uma colher de chá;

- Caneta;

- Fita adesiva.

Fazendo a experiência

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

- Com a fita adesiva e a caneta, intitule cada um dos pratos com as palavras: limão, vinagre, bicarbonato e sem adição;

- Corte a maçã em quatro pedaços e coloque um pedaço em cada prato;

- Faça uma tabela para cada prato, de forma que em cada tabela tenha a coluna tempo (assim que a maçã for cortada o tempo será “zero”); aparência (observe a parte interna da maçã, e veja se os pedaços apresentam alguma mancha) e temperatura (pode colocar se o dia está quente ou frio).

- Esprema o limão e jogue o caldo sobre a polpa da maçã que está no prato intitulado “limão”;

- No pedaço de maçã que está no prato intitulado “vinagre”, coloque vinagre, cobrindo a superfície da maçã;

- Em meio copo de água, dissolva 1 colher de bicarbonato de sódio e jogue no pedaço de maçã que está no parto intitulado “bicarbonato”;

- No prato intitulado “sem adição”, não coloque nada sobre o pedaço de maçã;

- Anote qualquer mudança na aparência das maçãs, assim que forem feitas as adições;

- Deixe os pedaços descansarem por algum tempo, e depois observe se houve alguma mudança;

- Passado algum tempo poderemos observar que alguns pedaços da maçã escureceram e outros não. Nos dias em que a temperatura estiver mais alta, o escurecimento dos pedaços será mais rápido do que em dias mais frios.


Por Paula Louredo
Graduada em Biologia

Artigos Relacionados
Como a enzima catalase influi sobre reações químicas.
O processo de absorção de macromoléculas (partículas sólidas ou dissolvidas em solução).
O vulcão de levedura é uma forma de se trabalhar a enzima catalase com os alunos. Veja aqui!
Por que as saladas ficam escurecidas em contato com o ambiente?