Whatsapp

Mumificando um ovo

Estratégias de ensino-aprendizagem

A mumificação era uma técnica utilizada pelos antigos egípcios. Em sala de aula podemos utilizar essa técnica de uma maneira mais simples, mumificando um ovo.
Ao ser colocado no sal, o ovo se desidratou
Ao ser colocado no sal, o ovo se desidratou
PUBLICIDADE

A mumificação é um processo que consistenapreservação do corpo de animais e também de seres humanos após a morte. Por acreditarem na vida após a morte, os antigos egípcios retiravam um sal natural do Rio Nilo e o utilizava em suas técnicas de mumificação para desidratação dos corpos de seus faraós. O processo de desidratação a partir do sal também foi muito utilizado pelas pessoas para conservarem certos alimentos antes da invenção dos refrigeradores. Para conservar por mais tempo algumas carnes, as pessoas as mergulhavam no sal e iam consumindo-as aos poucos.

Na experiência proposta a seguir iremos desidratar um ovo utilizando o sal. Como no interior do ovo há água e ao seu redor há sal, o ovo perderá água através da osmose e a água que está em seu interior irá se deslocar espontaneamente, umedecendo o sal e desidratando o ovo.

Para que consigamos desidratar o ovo, mumificando-o, será necessário realizar a experiência do ovo pelado. Para fazê-la você irá precisar de:

- um ovo;

- um frasco com tampa;

- uma colher;

- vinagre.

Procedimento:

- coloque o ovo dentro do frasco e encha-o com vinagre até cobrir todo o ovo;

- tampe o frasco e deixe descansar. Depois de duas horas, retire o ovo do frasco com a colher e jogue fora o vinagre;

- coloque o ovo novamente dentro do frasco e encha-o com vinagre novo até cobrir todo o ovo;

- deixe descansar por alguns dias e retire o ovo da solução. Ao retirar o ovo você poderá observar que ele estará apenas com uma membrana revestindo-o, e é com esse ovo que iremos fazer a experiência da desidratação.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Para que consigamos desidratar o ovo, será necessário:

- o ovo da experiência anterior;

- sal de cozinha;

- uma vasilha para colocar o ovo dentro.

Fazendo a experiência:

- pegue a vasilha e coloque dois dedos de sal;

- com cuidado, coloque o ovo da experiência anterior em cima do sal, cobrindo-o totalmente, e deixe descansar por dois dias em local arejado;

- passados os dois dias, podemos observar que o ovo está um pouco menor, e que o sal em volta do ovo está úmido, em consequência da saída de água e vinagre dele. Se o sal estiver muito úmido, troque-o por outro, não reutilizando o que estava no ovo;

- com o novo sal, deixe o ovo descansar por mais duas semanas;

- passadas as duas semanas, verificaremos que o ovo, mesmo fora da geladeira, não está com cheiro de ovo podre, pelo contrário, encontraremos um ovo seco, enrugado, duro e bem menor do que estava no início da experiência, ou seja, mumificado. Isso aconteceu porque o sal em que o ovo estava mergulhado absorveu toda a água e vinagre que estava em seu interior, deixando-o desidratado.

Outra forma de se fazer essa experiência é utilizando um peixe sem as vísceras e bicarbonato de sódio, que age mais rápido do que o sal. Mas caso a experiência seja feita com um peixe, o tempo de descanso no bicarbonato seria de 15 a 20 dias.


Por Paula Louredo
Graduada em Biologia

Artigos Relacionados
Qual a reação que o ácido acético provoca em ovos.
Demonstração da osmose pelo experimento natural.
Veja como demostrar a reação entre carbonatos e ácidos.