Topo
pesquisar

Refazendo parágrafos: uma sugestão de aula de Redação

Estratégias de Ensino

Nossa sugestão de aula de Redação sobre reescrita textual pode ajudar os alunos a identificarem os próprios erros e assim aprender com eles.
PUBLICIDADE

Infelizmente, escrever nem sempre é um exercício prazeroso para os nossos alunos. Apesar de a maioria dos jovens e adolescentes adorar trocar mensagens de texto por meio das redes sociais, na hora de transferir para o papel, uma sugestão de tema para redação parece um verdadeiro martírio. Nossos alunos têm uma espécie de “birra” com a produção textual, fato que acaba prejudicando a maioria deles quando escrever bem pode fazer toda a diferença na vida acadêmica e profissional.

Para ajudar o professor e a turma a encararem a escrita não como uma obrigação, mas como um prazer, existem propostas de aula de reescrita de texto que podem estimular os alunos e ajudá-los a aprenderem com os próprios erros. A refeitura textual é indispensável para o aprimoramento da capacidade redacional, pois de nada adianta devolver um texto corrigido para o aluno se ele não puder refletir sobre suas possíveis falhas. Acompanhe nossa sugestão e boa aula!

Refazendo parágrafos: uma sugestão de aula de Redação

Fale para os alunos sobre a importância de refletir sobre as falhas cometidas nos textos: Comece sua aula explicando para a turma sobre o quanto a refeitura de textos pode aprimorar a competência discursiva. O exercício da reescrita não deve ser confundido com o exercício da revisão, pois reescrever vai além da correção de simples problemas gramaticais: reescrever significa reordenar, acrescentar ou eliminar parágrafos e períodos, ou seja, é um exercício mais profundo e mais trabalhoso.

→ Sugira um tema de redação para que o trabalho da reescrita textual possa acontecer: Peça que os alunos façam uma composição em sala de aula e, ao término da atividade, que pode ser desenvolvida em até duas aulas, sugira que eles troquem os textos entre si e façam considerações sobre o que pode ser melhorado no texto do colega. Explique que pedir que outra pessoa leia o texto é importante, pois existem alguns detalhes que somente o leitor pode perceber, sobretudo aqueles relacionados com a ambiguidade e a falta de coerência.

→ Recolha os textos e devolva-os com sugestões: Revise o texto, mas não se esqueça de dar sugestões que facilitem a reescrita dos parágrafos. Mostre para seus alunos que um bom texto deve cumprir adequadamente a função de comunicar, e não apenas ser um texto sintática e semanticamente impecável, porém vazio. Se possível, oriente individualmente, indicando possíveis alternativas que melhorem a construção de parágrafos e períodos, já que essa é uma das maiores dificuldades dos alunos.

→ A reescrita está relacionada, principalmente, à clareza textual: Reescrever é um exercício que busca a transparência de sentidos, elemento fundamental para a inteligibilidade de um texto. Deixe isso bem claro para os seus alunos, mostre que refazer parágrafos e, por consequência, o texto é uma técnica que poderá levá-los a eliminar falhas, entre elas:

→ Falhas de coesão e coerência;

→ A quebra do paralelismo;

→ O excesso (ou falta) de palavras;

→ Redundância de ideias;

→ Imprecisões vocabulares.

→ Sempre que possível, repita a atividade: A reescrita deve ser um exercício rotineiro, uma técnica a ser seguida a fim de aprimorar a capacidade discursiva dos alunos, portanto, de nada adianta propor a atividade uma única vez, visto que a repetição pode auxiliar os alunos na assimilação. Na refeitura, são corrigidos problemas lógicos, semânticos ou estruturais, e reescrever um texto é essencial para que o aluno perceba as próprias falhas para não mais repeti-las.


Por Luana Castro
Graduada em Letras

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola