Topo
pesquisar

Simulando um mar morto

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE


Banhista não se afunda no mar morto.

Você sabe por que o mar morto é chamado assim? Não existe vida na imensidão azul, tudo em virtude da alta salinidade presente.

O que vamos abordar a seguir é ideal para ser aplicado em sala de aula como material de apoio ao conteúdo de Química: Sais (Funções Inorgânicas). Sabe-se que a água do mar é rica em sais, dentre eles podemos encontrar Cloreto de sódio (NaCl), Sulfato de Magnésio (MgSO4) e Cloreto de Magnésio (MgCl2), sendo que 80 % é equivalente ao NaCl.

A quantidade de sais dissolvidos na água do mar varia de acordo com a região. Um exemplo de mar com alto nível de salinidade é o Mar Vermelho, a proporção é de 40 gramas de sal para cada litro de água (40 g/L). Em contrapartida, existem mares onde a salinidade é muito baixa, por exemplo, no mar Báltico a proporção é de 30 g/L.

Mas nosso assunto aqui é o Mar Morto, por que ele é tão diferente e passou a ser conhecido no mundo todo? Você sabia que é possível ler um livro deitado nas águas do mar morto? Suas águas apresentam alta densidade, sendo assim, os corpos flutuam com facilidade.

Mas por que a salinidade interfere na vida aquática?
O Mar Morto contém a água mais salgada do mundo (seis vezes maior que a média dos oceanos), é por isso que nenhum peixe ou vegetação sobrevive nele. Para se ter uma ideia, são cerca de 300 gramas de sais para cada litro de água, sendo que a quantidade considerada normal para os oceanos é de 35 gramas para cada litro de água.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Agora é a vez de montar em sala de aula um aquário do mar morto. Você vai precisar de:

• Aquário vazio (ou recipiente de vidro transparente);
• Sal (Cloreto de Sódio)
• Água pura
• Objetos com peso moderado (caneta, lápis, borracha, etc.)

1. Coloque água no recipiente e adicione 300 gramas de sal para cada litro de água. A mistura obtida será semelhante às águas do Mar Morto.

2. Coloque materiais não muito pesados para boiarem no recipiente, e observe o que acontece.
Por que eles não vão para o fundo do aquário? Os objetos não se afundam em razão da grande concentração de sal.

Se quiser comprovar a ausência de vida nessa água, coloque um pobre peixinho para mergulhar nesse meio salino. Seu destino será igual ao de todos os peixes que deságuam no Mar Morto: a morte.

Com o presente artigo é possível aprender mais sobre densidade, sais e vida marinha, bons estudos!

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

Veja mais! 

Aula de densidade: por que navios não afundam? 


Química - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola


  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola