Topo
pesquisar

Aula sobre solubilidade e polímeros: Remodelando o isopor

Estratégias de Ensino

Por meio desta proposta de aula sobre solubilidade e polímeros, faremos um experimento de remodelação do isopor para abordar esse conteúdo na prática!
PUBLICIDADE

A estratégia prática apresentada neste texto tem por objetivo auxiliar o professor a trabalhar dois assuntos ao mesmo tempo: a solubilidade entre materiais e um tipo de polímero. Para tanto, serão utilizados apenas dois reagentes: a acetona e o isopor.

Antes da proposta prática, é sempre importante relembrar com os alunos os seguintes conceitos:

a) Solubilidade

É a capacidade de um material de se dissolver em outro ou dissolver outro. Essa dissolução acontece por causa da polaridade entre os materiais. Assim, se um material é polar, dissolve outro polar; já se o material for apolar, dissolverá outro apolar, pois semelhante dissolve semelhante.

b) Acetona

Acetona ou propanona é uma substância pertencente à função orgânica cetona e apresenta a seguinte estrutura:

Fórmula estrutural da propanona
Fórmula estrutural da propanona

Na estrutura da propanona, temos três átomos de carbono e seis átomos de hidrogênio, constituindo uma região com característica apolar. No entanto, a presença do oxigênio ocasiona um efeito mesomérico positivo na cadeia, tornando-a como um todo polar.

c) Isopor

O isopor é um polímero que apresenta como unidades (monômeros) o estireno:

Fórmula estrutural do estireno
Fórmula estrutural do estireno

Para ser formado, o estireno sofre polimerização, isto é, união de monômeros por ligações (setas vermelhas), o que resulta em uma macroestrutura chamada de poliestireno. Este pode ser moldado da forma desejada, a partir da ação do calor, por ser um polímero termoplástico.

Fórmula estrutural do Poliestireno
Fórmula estrutural do Poliestireno

Para tomar a forma característica, o poliestireno é dissolvido em um solvente orgânico e aquecido. A evaporação do solvente por causa da ação do calor faz com que o poliestireno seja expandido e cheio de ar. Dessa forma, o isopor é uma mistura de poliestireno e ar.

d) Procedimento prático

Para iniciar o procedimento prático sobre os temas relatados acima, precisaremos de:

1) Materiais e Reagentes

- Béquer de pelo menos 250 mL;

- Pedaços de isopor ou um isopor inteiro;

- Acetona pura;

OBS.: Não podemos utilizar a acetona adquirida em farmácias porque ela não apresenta a concentração ideal para o experimento que desenvolveremos.

2) Procedimento

  • Passo 1: Adicionar 100 mL a 200 mL de acetona pura no interior do béquer;

  • Passo 2: Colocar o isopor em contato com a acetona;

  • Passo 3: Retirar o excesso de acetona.

3) Conclusão

Ao adicionar poliestireno à acetona, esta enfraquece as interações entre os monômeros (estirenos), liberando todo o ar que estava aprisionado entre essas moléculas. Isso ocorre porque a região apolar da acetona interage com o isopor. Isso resulta em um isopor sem ar e viscoso.

Se retirarmos o excesso de acetona e esperarmos a que interagiu com o poliestireno evaporar, observaremos que a massa se solidificará, formando um objeto de alta resistência mecânica.


Por Me. Diogo Lopes Dias

Café solúvel dissolvendo-se em água
Estratégias de Ensino Solubilidade dos materiais
Criatividade e planejamento são fundamentais para um bom desempenho do professor de Química.
Estratégias de Ensino Solubilidade de bases em sala de aula
Precipitação lenta do iodeto de chumbo dando um efeito muito parecido com uma chuva de ouro dentro do béquer*
Estratégias de Ensino Chuva de ouro
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola