Topo
pesquisar

Análise do livro “Aprendendo com Filmes”

Estratégias de ensino-aprendizagem

A obra “Aprendendo com Filmes”, de Rejane Rodrigues, Fábio Santana e Leopoldo Erthal, é um ótimo apoio para professores de Geografia que desejam dinamizar suas aulas.
PUBLICIDADE

O livro intitulado Aprendendo com filmes: o cinema como recurso didático no ensino de Geografia pode ser uma interessante sugestão para professores de Geografia para a elaboração de suas aulas a partir de filmes. Escrita por Rejane Cristina de Araújo Rodrigues, Fábio Tadeu de Macedo Santana e Leopoldo Carriello Erthal, a obra faz uma abordagem simples e direta sobre as possibilidades didáticas dos filmes.

Conheça os filmes abordados pela obra e as possibilidades temáticas a serem trabalhadas pelo professor para cada um deles.

- Um dia sem mexicanos: esse filme faz uma abordagem sobre a importância dos mexicanos para a economia dos Estados Unidos ao retratar um misterioso e ficcional sumiço de 14 milhões de mexicanos na Califórnia. Pode ser utilizado em sala de aula para tratar das imigrações de populações de países subdesenvolvidos para países centrais. O livro oferece mapas e informações sobre os fluxos migratórios em todo mundo para o professor utilizar em sala de aula.

- Adeus, Lênin!: é uma reflexão sobre a derrocada do socialismo real e a consolidação da economia capitalista de mercado no final dos anos 1980. O filme conta a história de uma mulher defensora do socialismo na Alemanha Oriental que entra em coma e só acorda anos mais tarde, após a queda do muro de Berlim. Então, o seu filho passa a se empenhar para que sua mãe não saiba das mudanças no antigo regime. É possível utilizar essa obra em sala de aula para tratar de temas como a Guerra Fria e a transição do socialismo para o capitalismo no leste europeu.

- Era uma vez...: como o próprio livro comenta, esse filme se trata de um “Romeu e Julieta urbano” ao retratar a história de um rapaz pobre que vive em uma favela do Rio de Janeiro e que se apaixona por uma garota que vive na zona nobre da cidade. Esse filme é bastante útil como instrumento pedagógico para tratar de questões como a concentração de renda e a segregação espacial, bem como a diferença existente entre os distintos padrões de vida na sociedade brasileira.

O uso de filmes em sala de aula

- Abril Despedaçado: esse filme retrata a luta pela terra e as condições de vida no sertão nordestino, demonstrando que tal questão não é algo recente, visto que o filme se passa no ano de 1910. O enredo conta a história de um jovem rapaz que é incumbido de vingar a morte do irmão que morreu por causa da luta pela terra na região do semiárido. Com as informações fornecidas pelo livro sobre propriedade familiar, características geográficas do nordeste e a luta pela terra, o professor pode realizar uma instigante aula sobre o assunto.

- Cidade de Deus: reconhecido em todo o mundo, esse longa-metragem retrata, sob as lentes do menino Buscapé, o processo de formação e a realidade cotidiana das favelas cariocas. É um bom instrumento a ser utilizado em sala de aula para demonstrar a lógica do processo de favelização da sociedade urbana.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

- Platoon: protagonizado pelo ator Charlie Sheen, retrata a Guerra do Vietnã. Porém, ao contrário da maioria dos filmes de Guerra produzidos pelos cineastas de Hollywood, esse longa-metragem mostra que, em uma guerra, não há romantismos em “servir ao país”, pois mostra claramente o quão alheios são os soldados frente aos objetivos do Estado. Esse filme pode ser utilizado em sala de aula pelo professor para retratar o cenário da Guerra Fria que nada teve de pacífica e que foi marcada pela ocorrência de conflitos setorizados em todo o mundo, como a própria Guerra do Vietnã.

- Profissão de risco: retrata a vida de um dos maiores traficantes de cocaína do mundo, George Jung, mostrando a sua trajetória no mundo das drogas. No enredo, é possível observar as características do comércio internacional de drogas, que pode ser tema de uma interessante aula ministrada tendo esse filme como pano de fundo.

- Terra de ninguém: esse filme retrata a Guerra da Bósnia, marcada pelo conflito entre bósnios e sérvios no território da antiga Iugoslávia. De posse das informações presentes no livro e com a utilização desse filme, o professor de Geografia poderá ministrar uma aula não apenas sobre esse conflito em si, mas também sobre as questões fundadoras dos conflitos étnicos e nacionalistas existentes em todo o mundo.

- Tiros em Columbine: trata-se de um documentário produzido e narrado pelo renomado diretor Michael Moore e que retrata a questão da posse de armas nos Estados Unidos, incluindo chacinas realizadas em escolas. O livro traz um texto com importantes informações que o professor poderá utilizar ao debater o filme em sala de aula.

- Tucker, um homem e seu sonho: é um filme baseado em fatos reais que demonstra a luta de uma pequena companhia de automóveis, Tucker SA, frente à desleal concorrência e ações sujas das grandes companhias automobilísticas dos EUA durante a década de 1950. Essa obra pode ser utilizada pelo professor para retratar as características do capitalismo em sua fase financeira ou monopolista, em que as grandes companhias e empresas controlavam o mercado, seja por meios lícitos (compra de pequenas empresas emergentes ou adoção de estratégias de mercado) ou por meios ilícitos (espionagem industrial).

Ao abordar cada um dos filmes acima listados, o livro em questão oferece textos de apoio com mapas, dados e informações sobre os temas a eles relacionados. Além disso, apresenta sugestões de atividades a serem aplicadas após a exibição dos filmes, bem como questões de vestibulares sobre os assuntos. Trata-se, portanto, de uma profícua iniciativa para contribuir na dinamização das aulas de Geografia, tornando-se uma leitura obrigatória para todos aqueles que desejam utilizar os filmes como instrumento geográfico pedagógico.


Por Rodolfo Alves Pena
Graduado em Geografia

Capa do livro “Aprendendo com filmes: o cinema como recurso didático no ensino de Geografia
Capa do livro “Aprendendo com filmes: o cinema como recurso didático no ensino de Geografia
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola