Whatsapp

Eletroquímica prática: montando uma pilha de batata

Estratégias de ensino-aprendizagem

Proposta experimental simples para a demonstração da montagem e funcionamento de uma pilha.
Fonte de energia química
Fonte de energia química
PUBLICIDADE

Prezado educador, os alunos atualmente tem uma maior necessidade de aprender os conteúdos de forma mais criativa e dinâmica. Com a Química não é diferente. Por ser uma Ciência tão complexa e temida no meio estudantil, é interessante que o professor leve para a sala de aula propostas que tornem o aprendizado mais palpável, proporcionando um aprendizado mais concreto.

As pilhas e as baterias fazem parte do dia a dia dos alunos, fazendo com que os conhecimentos relacionados a esses objetos passem a ser de fundamental importância no contexto escolar.

O assunto eletroquímica é bastante denso (diversos conceitos, equações, cálculos), porém é interessante que o aluno do ensino médio tenha boas noções sobre a montagem e funcionamento de uma pilha.

Uma proposta de trabalho prático, que pode envolver a turma e auxiliar na transmissão do conhecimento sobre pilhas, é realizar com os alunos um experimento utilizando batatas para a montagem de uma pilha.

Batata produz energia na forma de corrente elétrica
Batata produz energia na forma de corrente elétrica

Vale ressaltar que a aplicação dessa proposta prática é interessante após um trabalho de definições e explicações de conceitos básicos sobre eletroquímica e pilhas, principalmente após proporcionar aos alunos o aprendizado sobre a pilha de Daniell e a Pilha de Leclanché.

A seguir temos a proposta de montagem de uma pilha de batata:

1- Materiais necessários:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

- Meia batata ou batata inteira
- 2 plaquinhas de (1cm x 3 cm), uma de cobre outra de zinco
- 2 pedaços de fio de cobre flexível comum de 30 a 40cm com crocodilos (presilhas)
- 1 multímetro ou voltímetro comum

2- Montagem da pilha de batata

Para montar uma pilha de batata basta colocar os dois eletrodos espetados na metade da batata - é importante que eles estejam distantes um do outro. Em cada uma das placas, a de zinco e a outra de cobre, posicionamos um fio elétrico com crocodilos nos dois polos do voltímetro.

Exemplo simples de montagem de uma pilha de batata
Exemplo simples de montagem de uma pilha de batata

3- Princípio de funcionamento da pilha de batata

Os fios elétricos que estão ligados à batata e ao voltímetro servem de condutores para a corrente elétrica gerada a partir da oxidação e redução que ocorrem em relação aos eletrodos de cobre e zinco. A Batata em si irá funcionar como uma ponte salina, permitindo com que íons transitem de uma placa a outra.

OBS: essa pilha não possui a capacidade de produzir uma grande diferença de potencial, por isso demonstre o seu funcionamento utilizando uma calculadora de bolso (pelo fato de esse material necessitar de pouca carga para funcionar).


Por Me. Diogo Lopes Dias

Artigos Relacionados
Clique neste link e tenha acesso a uma proposta de atividade experimental sobre a eletrólise da água. Apresentamos aqui todos os materiais e o procedimento necessário para garantir um melhor aprendizado dessa importante técnica eletrolítica, que é utilizada para a produção dos gases oxigênio e hidrogênio.
Veja uma estratégia de ensino que permitirá que seus alunos tenham a possibilidade de aprender o modelo de Bohr de forma mais sólida.
Construindo uma pilha de baixo custo
Existem vários tipos de pilhas que você pode construir em casa ou na escola para observar a transferência de elétrons. Nesse texto, você entenderá como isso pode ser feito.
Será que todo tipo de pilha polui o meio ambiente?
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola