Observação de fungos

Estratégias de ensino-aprendizagem

A observação de fungos com o uso de um pequeno observatório pode tornar as aulas sobre esse tema mais dinâmicas e proveitosas.
PUBLICIDADE

Os fungos são seres vivos muito presentes no nosso dia a dia, sendo utilizados na alimentação ou mesmo destruindo nossos alimentos. Apesar dessa destruição, os fungos são importantes, pois garantem a ciclagem de nutrientes. A seguir, ensinamos a confeccionar um observatório de fungos que permite aos alunos acompanhar o surgimento do mofo, ou bolor, nos alimentos e a uma maior compreensão do processo de decomposição da matéria orgânica.

O que é necessário para construir nosso observatório de fungos?

Para construir o observatório para analisar os fungos, precisaremos de:

  • Recipiente de vidro com tampa (pote de azeitonas, por exemplo);

  • Fita adesiva;

  • Diferentes tipos de alimento, como pães, bolachas e frutas e verduras;

  • Água.

Como construir o observatório de fungos?

Inicialmente, pegue o alimento e umidifique com um pouco de água. Pique em pedaços menores aqueles alimentos como pães e frutas grandes, como a laranja. Depois, coloque-os dentro do recipiente. É interessante utilizar também alimentos ricos em conservantes, assim, será possível observar a importância dessas substâncias na conservação de alimentos.

O ideal é introduzir o material em um recipiente grande ou, então, posicionar o recipiente na horizontal, para que se tenha mais espaço para espalhar o alimento. Os pedaços de comida devem ficar próximos uns dos outros, mas não devem estar empilhados. Feche bem o recipiente e utilize fita para lacrá-lo.

Feito isso, basta dispor o recipiente em um local seguro e esperar alguns dias. Com o passar do tempo, será possível observar o crescimento de fungos, que devem inciar o processo de decomposição dos alimentos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é interessante notar no observatório de fungos?

Após montar o observatório, é importante que seja feita uma constante análise do desenvolvimento dos fungos no recipiente. O professor pode pedir que os alunos anotem todas as mudanças que ocorrerem durante o experimento. Além disso, o professor deve instigar os alunos a responderem perguntas como:

  • Quantos dias se passaram até que os fungos surgissem?

  • Todos os alimentos mofaram na mesma velocidade?

  • Qual alimento mofou primeiro?

  • Quais são as características do fungo que surgiu no observatório?

  • O fungo passou para todos os alimentos?

  • Todos os fungos são ruins?

  • O processo de formação do mofo é apenas prejudicial ou é importante ecologicamente?

Com a criação do observatório, espera-se que os alunos ampliem seu interesse pelo conteúdo ministrado, além de tornar a aula sobre o tema mais dinâmica. Além disso, o uso dessa metodologia estimula no aluno a capacidade de observação e análise de resultados.

Atenção: Quando o observatório estiver cheio de fungos, é importante não abri-lo. Isso se deve ao fato de que muitas pessoas possuem alergia a esses seres e, portanto, abrir o recipiente pode ser um risco à saúde.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Os fungos desenvolvem-se na matéria orgânica, garantindo a ciclagem de nutrientes
Os fungos desenvolvem-se na matéria orgânica, garantindo a ciclagem de nutrientes
Artigos Relacionados
Sugestão de aula, Fungos, Organismos, Doenças, Contaminação, Decompositores, Reciclagem da matéria, Antibióticos, Micozoários, Quitina, Hifas, Micélio, Corpo de frutificação, Sapróbios, Fermentação, Brotamento, Esporulação, Zigomicetos, Ascomicetos, Basidiomicetos, Deuteromicetos, Liquens.
Atividade que permite a pesquisa e identificação de fungos por meio de acervo fotográfico.
Conheça uma aula prática com a análise da célula do levedo que lhe ajudará a trabalhar o tema fungos e fermentação.