Topo
pesquisar

Aula sobre clima e tempo

Estratégias de ensino-aprendizagem

Uma aula sobre clima e tempo pode ser realizada através da utilização de frases e notícias para que uma classificação seja feita pelos próprios alunos em conjunto.
PUBLICIDADE

Um dos temas mais básicos sobre as questões climáticas nas aulas de Geografia é a diferenciação entre clima e tempo. Contudo, mesmo com repetidas explicações por parte do professor, é comum haver confusão entre os alunos sobre o que seria exatamente cada um desses conceitos. Por esse motivo, elaboramos uma sugestão de aula sobre clima e tempo, cuja metodologia baseia-se na utilização de notícias e textos entre os alunos.

A ideia é muito simples: em um primeiro momento, o professor, em parceria com os próprios alunos, retoma os conceitos de clima e tempo, explicitando-os na lousa.

Clima: condições da atmosfera durante um período longo, ou seja, que envolvem vários anos consecutivos.

Tempo meteorológico: condições momentâneas da atmosfera, que podem sofrer variação ou modificação abruptamente.

Em seguida, o professor deve traçar uma tabela segmentada em duas colunas, sendo uma para o tempo e outra para o clima. Além disso, o professor e/ou os alunos devem estar de posse de frases recortadas com informações sobre o tempo e o clima. Podem ser citações de livros, manchetes de jornais ou frases previamente elaboradas. A seguir, algumas sugestões:

1. “Abril iguala recorde de 2010 de temperaturas médias mais quentes desde 1880” (O POVO, 20/05/2014)

2. “Com aproximação de frente fria, há risco de temporais no Sul” (Portal Terra, 21/05/2014).

3. “Chove. Há silêncio, porque a mesma chuva / Não faz ruído senão com sossego”. (Fernando Pessoa)

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

4. “Fenômeno El Niño deve frustrar governo de SP e prolongar estiagem do sistema Cantareira” (Portal R7, 10/05/2014).

5. Não consigo entender porque todo final de ano chove tanto nessa cidade!

6. “Mau tempo na capital paulista: tarde é de granizo, alagamento e aeroporto fechado” (Diário de Canoas, 18/05/2014).

7. "Aos olhos nus, não passava de uma chuva repentina, mas aqui dentro soava como uma tempestade." (Clarisse Lispector)

8. Em 2100 a média de temperaturas deverá ser 2ºC mais quente do que as médias atuais.

Nesse ínterim, o professor, com auxílio dos alunos, deve afixar as frases na tabela, classificando as informações como tempo ou clima conforme as características de cada uma. Nos exemplos acima elencados, as afirmações 1, 4, 5 e 8 referem-se ao clima, pois abordam questões cíclicas mais ou menos permanentes, enquanto as frases 2, 3, 6 e 7 referem-se ao tempo, pois abordam estados momentâneos ou repentinos da atmosfera.

A ideia dessa atividade é fazer com que os alunos exercitem os conceitos através dos exemplos e façam o exercício em conjunto para aumentar a interação e a participação coletiva. O professor, por sua vez, deve tentar observar aqueles alunos que erram ou que não participam, pois isso pode significar o não entendimento dos conceitos de tempo e clima.


Por Rodolfo Alves Pena
Graduado em Geografia

O tempo e o clima em sala de aula
O tempo e o clima em sala de aula
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola