Topo
pesquisar

Aula sobre consumo e meio ambiente com “A História das Coisas”

Estratégias de ensino-aprendizagem

Em uma aula sobre consumo e meio ambiente, pode ser utilizado o vídeo “A História das Coisas”, que aborda a produção social de maneira crítica.
PUBLICIDADE

O professor, em uma aula sobre consumo e meio ambiente, pode utilizar videoaulas com debate entre os alunos a respeito do consumismo exagerado, a maneira como a sociedade de consumo funciona e as perspectivas desse sistema para o futuro. Um material amplamente difundido na internet e, portanto, de fácil acesso, é o curta “A História das Coisas”.

O vídeo, produzido nos Estados Unidos por Louis Fox e narrado por Annie Leonard, tem duração de 21 minutos e 26 segundos, o que o torna ideal para uma aula que tenha entre 40 e 50 minutos, pois é possível que a turma assista ao filme e debata-o logo em seguida em um tempo hábil. Apenas recomendamos que o material não seja utilizado em turmas com idade menos avançada, pois algumas linguagens são mais complexas, além de a velocidade das informações poder confundir os estudantes.

Clicando aqui, você poderá acessar o vídeo no Youtube em uma versão dublada. Mas, caso prefira, poderá encontrar opções legendadas facilmente no próprio Youtube ou em outros canais de vídeo. Sites de buscas na internet também poderão auxiliar na pesquisa para obter o vídeo, que foi propositalmente alardeado pela rede de forma a obter mais expectadores e conseguir difundir sua mensagem de forma mais abrangente.

Resumidamente, o curta-metragem é uma narrativa com ilustrações que objetiva mostrar os sucessivos processos que estruturam a sociedade capitalista atual, desde o seu sistema produtivo, passando pelo consumo e o descarte em forma de lixo. “A História das Coisas” destaca todos os efeitos das práticas que ocorrem desde a extração de matérias-primas em várias partes do mundo até o descarte irregular dos restos dos materiais produzidos.

Para facilitar o entendimento do vídeo para os alunos, é recomendável que o professor elabore um roteiro sobre o que a turma deverá observar ao assistir. A seguir, uma sugestão para ser aplicada em sala de aula:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

1) O que você entende quando a apresentadora para em “economia de materiais”?

2) Quem são as “pessoas” apontadas no vídeo que possuem um maior poder de decisão?

3) Segundo o vídeo, como a humanidade está explorando os recursos naturais?

4) A emissão de produtos químicos pelas fábricas é benéfica ou maléfica para aqueles que nelas trabalham?

5) O que é a “seta dourada” apontada pelo vídeo? Por que ela é o “coração do sistema”?

6) O que é a obsolescência planejada? E a obsolescência perceptiva?

7) Segundo o vídeo, como é feito o descarte do lixo? A reciclagem resolveria o problema?

As perguntas acima listadas são apenas sugestivas, podendo o professor adequá-las caso julgue necessário. É importante lembrar que elas não são um questionário para ser respondido por escrito, mas sim um conjunto de perguntas que deverá guiar os estudantes enquanto eles assistem ao curta.

Ao final, é ideal que o professor, antes de tecer as considerações, deixe que os alunos opinem e construam os seus conhecimentos e suas percepções sobre o tema exposto. Apenas depois faça observações sobre os principais pontos do vídeo, inclusive respondendo às perguntas acima mencionadas. Em conclusão ao tema, é importante considerar qual deve ser o papel do ser humano na transformação do espaço. É possível construir uma sociedade que seja realmente sustentável?

Com uma grande quantidade de lixo tecnológico, é possível manter uma sociedade sustentável?
Com uma grande quantidade de lixo tecnológico, é possível manter uma sociedade sustentável?


Por Me. Rodolfo Alves Pena

Cartaz de divulgação do curta-metragem “A História das Coisas”
Cartaz de divulgação do curta-metragem “A História das Coisas”
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola