Topo
pesquisar

Sequência didática para abordar a questão Israel x Palestina

Estratégias de ensino-aprendizagem

Desenvolva, por meio de notícias, um documentário e um Júri Simulado, uma sequência didática para abordar a questão Israel x Palestina.
PUBLICIDADE

Uns dos pontos mais importantes quando se ensina o conteúdo do Oriente Médio é a questão geopolítica da criação de um Estado palestino e o conflito entre Israel e Palestina. Esse conteúdo é muito atual e bastante polêmico, uma vez que diariamente é possível ver notícias de atentados e confrontos relacionados com essas questões na Faixa de Gaza, por exemplo. Os dois lados envolvidos (Israel e Árabes que lutam em prol da criação de um Estado Palestino) possuem diversos argumentos que legitimam o seu ponto de vista em relação ao conflito.

Antes de abordar esse conteúdo, é fundamental que os alunos possuam um conhecimento prévio sobre a criação dos Estados do Oriente Médio e a criação do Estado de Israel para facilitar a compreensão dos principais elementos geopolíticos que motivaram os conflitos entre israelenses e palestinos. Confira uma sugestão de sequência didática:

  • 1º Aula: Apresentação e Levantamento de conhecimentos prévios

Na primeira aula sobre o conteúdo, o professor pode realizar uma retomada sobre a criação dos Estados do Oriente Médio e os principais fatores que motivaram a criação de Israel.

Em um segundo momento da aula, considera-se importante que o professor realize um levantamento do conhecimento prévio dos alunos sobre os conflitos entre israelenses e palestinos para apresentar o assunto para os alunos. Para realizar essa introdução, o professor pode levar para a sala de aula algumas notícias sobre os atuais confrontos entre israelenses e palestinos, tais como¹:

Exército israelense mata palestino na fronteira com Gaza: Palestino de 18 anos morreu após ser baleado. Outros dois ficaram feridos, de acordo com o ministério da Saúde palestino.G1- 15/01/2016.

Três israelenses foram feridos a tiros neste domingo perto do assentamento de Beit El, na Cisjordânia ocupada, enquanto o agressor palestino foi morto, informou o exército de Israel.” G1- 31/01/2016.

Palestinos são mortos na Cisjordânia após dois ataques, diz Israel: Dois suspeitos atiraram contra pessoas que estavam em ponto de ônibus. Um terceiro jogou o carro contra veículo militar israelense.” G1- 14/03/2016.

Após a leitura das notícias, o professor deve conduzir um debate sobre a temática, realizando perguntas como: O que as notícias apresentam? Vocês já viram notícias semelhantes? Quais são os povos que aparecem nas reportagens? Como eles estão interagindo? Por que esses povos estão em conflito?

  • 2º e 3º Aulas: Aulas expositivas dialogadas sobre o conteúdo

Nessas duas aulas expositivas dialogadas sobre o conteúdo, o professor deve realizar uma explicação sobre os principais conflitos entre israelenses e palestinos, suas principais causas e consequências.

Para sensibilizar os alunos a respeito da temática, recomenda-se a exibição do documentário “Promessas de um Novo Mundo”, que pode ser encontrado no YouTube. O documentário retrata a vida de sete crianças israelenses e palestinas que convivem diariamente com esses conflitos. O documentário, entre outras coisas, mostra as crianças israelenses e palestinas reproduzindo preconceitos disseminados entre esses povos, apresenta algumas razões para esses conflitos, mostra os pontos em que aconteceram os maiores conflitos entre esses dois povos e as diferentes condições sociais das crianças que participaram do documentário, os seus medos e os anseios em relação ao conflito.

  • 4º e 5º Aula: Consolidação e avaliação da aprendizagem sobre o conteúdo a partir da dinâmica Júri Simulado

Para consolidar o aprendizado dos alunos a respeito do conteúdo, sugerimos a realização de um Júri Simulado para decidir sobre a criação de um Estado Palestino. Essa atividade, como o próprio nome já diz, consiste na simulação de um tribunal para julgar determinado tema. Para realizar essa atividade, o professor deve dividir a turma, de acordo com a quantidade de alunos, nos seguintes personagens:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Juiz: Tem com principais funções: Dirigir o julgamento; manter a ordem; julgar os argumentos utilizados e ler a decisão dos jurados, determinando, assim, uma sentença.

  • Advogados a favor da criação da Palestina: Devem formular uma defesa da criação do Estado da Palestina, na perspectiva dos próprios palestinos, apresentando as principais razões para a criação do Estado, e reivindicar o reapropriamento do seu território tomado por Israel.

  • Advogados contrários à criação da Palestina: Devem formular uma argumentação contrária à criação da Palestina, sob a perspectiva de Israel, apresentando argumentos que sustentem a sua defesa.

  • Testemunhas a favor da Criação da Palestina: Devem apresentar relatos que colaborem com a defesa da criação da Palestina.

  • Testemunhas contrárias à Criação da Palestina: Devem apresentar relatos que colaborem com a defesa contrária à criação da Palestina.

  • Jurados: Ouvem toda a argumentação dos advogados para votar a favor ou contra a criação da Palestina.

Etapas para a realização da atividade:

  • 1º Momento: Juiz abre a sessão e explica que os advogados deverão permanecer em silêncio no momento em que o outro grupo estiver realizando sua defesa e que, caso não concordem com o que está sendo dito, devem protestar ao juiz, que julgará se o argumento é válido ou não.

  • 2º Momento: Debate inicial entre os advogados para a defesa de cada tese. Durante essa fase, cada grupo terá três minutos (sem interrupções) para apresentar a sua defesa.

  • 3º Momento: Réplica. Nessa fase, os advogados terão dois minutos cada para rebater os argumentos apresentados pelo outro grupo.

  • 4º Momento: Interrogatório das testemunhas. Nesse momento, os advogados poderão realizar três perguntas para cada testemunha, tanto as testemunhas a favor ou contrárias à criação da Palestina.

  • 5º Momento: Debate final entre os advogados para a defesa de cada tese. Durante essa fase, cada grupo terá três minutos (sem interrupções) para finalizar sua defesa.

  • 6º Momento: Réplica. Nessa fase, os advogados terão dois minutos cada um para rebater os argumentos apresentados pelo outro grupo.

  • 7º Momento: Votação aberta sobre a questão da Palestina. Nesse momento, os jurados votarão a favor ou contra a criação da Palestina, explicando o que os motivou a realizar a escolha.

  • 8º Momento: Leitura da sentença. A partir do resultado da votação, o Juiz decidirá se haverá ou não a criação de um Estado palestino, estipulando uma sentença.

Lembrando que, para que a atividade atenda aos objetivos, é fundamental que os alunos se preparem antecipadamente, pesquisando elementos do conteúdo para basear a sua argumentação. Entre cada momento da atividade, é importante que o professor disponibilize alguns minutos para os grupos de advogados articularem a sua defesa a partir do que o outro grupo argumentou. Durante a atividade, o professor deve, também, estar atento para que os alunos não se dispersem.

Recomenda-se que a avaliação da aprendizagem dos alunos ocorra pela observação do desenvolvimento da dinâmica por meio da análise das defesas apresentadas pelos dois grupos, da participação das testemunhas e da argumentação dos jurados em relação à motivação que tiveram para realizar tal escolha. Além disso, o professor pode elaborar exercícios sobre a temática ou solicitar que os alunos produzam um texto sobre o conteúdo.

Notas:

¹Manchetes retiradas do site g1.com.


Por Thamires Olimpia
Graduada em Geografia

Os conflitos entre israelenses e palestinos possuem várias causas e resultam em muitas mortes
Os conflitos entre israelenses e palestinos possuem várias causas e resultam em muitas mortes
O aquecimento global realmente existe? Esse é um bom assunto para um debate
Estratégias de ensino-aprendizagem Debate sobre o aquecimento global em sala de aula
Deserto do Saara na Tunísia, o maior deserto do mundo
Estratégias de ensino-aprendizagem Biomas mundiais por meio do jogo de dominó
Deixar as aulas de Geografia mais atrativas é um desafio permanente na carreira docente dessa área
Estratégias de ensino-aprendizagem Dicas para melhorar as aulas de Geografia
Os conflitos entre árabes e israelenses podem ser bem explorados em sala de aula
Estratégias de ensino-aprendizagem Aula sobre a primeira guerra árabe-israelense
O bom uso do livro didático pode melhorar as aulas de Geografia
Estratégias de ensino-aprendizagem Dicas para o uso do livro didático de Geografia
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola