Whatsapp

Trabalhando o conceito de ecossistema

Estratégias de ensino-aprendizagem

A reunião e a interação da comunidade com o ambiente físico formam o ecossistema, onde há intercâmbio de matéria e energia.
Ecossistema marinho: todos os elementos têm de se manter em equilíbrio para conservar a vida
Ecossistema marinho: todos os elementos têm de se manter em equilíbrio para conservar a vida
PUBLICIDADE

O ecossistema é uma unidade em que seres vivos e seres não vivos se interagem formando um sistema estável, como, por exemplo, uma floresta que com sua vegetação, seus animais, seu tipo de solo e seu clima característico formam um ecossistema, assim como um lago, um oceano, o tronco de uma árvore ou um simples aquário. Independentemente do tamanho, em todos os ecossistemas há um intercâmbio de matéria e energia através das cadeias alimentares.

A estrutura básica de qualquer ecossistema é composta por três categorias de organismos: os produtores, os consumidores e os decompositores, sendo que a mínima alteração em qualquer uma dessas categorias pode trazer sérias consequências para esse ecossistema.

Na atividade proposta abaixo trabalharemos o conceito de ecossistema e todas as interações existentes entre seus membros, e para executá-la precisaremos apenas de um rolo de barbante.

Para iniciar a atividade as crianças deverão formar um grande círculo, no qual o professor deverá ficar em seu interior e próximo à margem. Feito isso, o professor começa a atividade perguntando às crianças o nome de uma verdura ou legume. O aluno que disser o nome da verdura deverá segurar a ponta do barbante. Em seguida, pergunte qual o animal gosta de consumir aquele vegetal, peça para o aluno que responder segurar o barbante logo atrás do primeiro. Agora pergunte: “quem se alimenta desse animal?”. O aluno que responder a essa questão deverá ficar atrás do segundo aluno. Note que os alunos vão formando uma cadeia alimentar, que pode ser formada de diversas formas, como: cenoura → coelho → cobra etc.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Continue ligando as crianças à medida que forem surgindo novos relacionamentos, e introduza novos elementos e considerações, como novos animais, solo, água, ar, e assim por diante, até que todas as crianças estejam interligadas - formando um ecossistema.

Depois que todos os alunos estiverem interligados, mostre que todos os elementos que estão interagindo entre si são essenciais para o equilíbrio daquele ecossistema e dê um motivo plausível para retirar um daqueles elementos do conjunto, como a retirada de uma árvore. Quando uma árvore cai ela arrasta consigo o barbante que está segurando, e qualquer um que sinta um puxão em seu barbante foi de alguma forma afetado pela morte daquela árvore. Todos os elementos que sentiram a queda da árvore devem também puxar o barbante, como sinal de que foram afetados. Esse processo continua até que todos os elementos demonstrem terem sido afetados pela derrubada da árvore.

Depois que todos os elementos do ecossistema forem afetados, peça para que os alunos justifiquem de que forma ele foi afetado e quais alternativas lhes restam para a sua sobrevivência. Questione com seus alunos de que forma podemos evitar as alterações no ambiente e como essas alterações podem afetar os seres humanos.


Por Paula Louredo
Graduada em Biologia

Artigos Relacionados
Encerrando, de forma mais aprofundada e diferenciada, o estudo das cadeias e teias alimentares.
Reações que possibilitaram melhor adaptação dos organismos ao ambiente.
Uma maneira de trabalhar a questão do lixo orgânico e a ação dos detritívoros e decompositores na cadeia alimentar.
Veja como é fácil trabalhar a importância dos ecossistemas através da construção de um terrário.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola