Whatsapp

Fração e divisão

Estratégias de ensino-aprendizagem

O estudo de frações e divisões é uma das bases para o desenvolvimento discente e é importante explorar várias formas de apresentação desse conteúdo.
PUBLICIDADE

O estudo das frações é essencial para o desenvolvimento dos alunos. E, para isso, é de extrema importância que o conceito de divisão esteja muito claro para os pequeninos, já que o assunto é iniciado ainda na primeira fase do ensino fundamental.

Segundo Robert Siegler, professor de ciências da cognição na Universidade Carnegie Mellon, nos Estados Unidos, crianças que entendem bem as frações e a divisão aos 10 anos de idade, muito provavelmente entenderão bem a álgebra do ensino médio e possivelmente também desenvolverão habilidades para cursos superiores nas áreas que exigem algum conhecimento matemático, como engenharias, economia ou estatística. Sem contar o fato de que habilidades com divisões podem ser o diferencial no mercado de trabalho entre aqueles que chegam a ganhar os melhores salários.

Diante dessas estatísticas, é interessante que o educador dedique algumas aulas para a apresentação das ideias iniciais sobre a divisão, e em particular, sobre o uso das frações. Nesse sentido, auxilia muito o uso de exemplos práticos, jogos e dinâmicas de grupos e não somente os exemplos clássicos da pizza e do chocolate. É importante enfatizar que fração é um número e, como tal, é possível realizar as operações básicas com esse número e também compará-lo. Pode ser feito uma abordagem geométrica, utilizando polígonos e partes dessas figuras para contextualizar o conceito de frações equivalentes, além de ser uma boa alternativa para a comparação de frações. Em relação às dinâmicas de grupos, é de grande valia a discussão entre os alunos, o professor deve instigá-los a encontrar exemplos cotidianos e problemas reais que podem ser resolvidos com aplicação de frações. Quando os próprios alunos apresentam exemplos, as ideias ficam mais arraigadas na memória. O docente também deve estimular o raciocínio e apresentar problemas em que o resultado não pode ser uma fração. Um exemplo simples é dividir ao meio uma turma com número ímpar de alunos, deve-se enfatizar que não é possível dividir um aluno ao meio, e deixar que as crianças proponham uma solução para dividir a turma em partes iguais, talvez aumentar o número de grupos. Com a introdução desse tipo de problema, é útil lembrá-los sobre os divisores de um número e deixar que façam as relações entre um conteúdo e outro.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


Por Franciely Guedes
Graduada em Matemática

Artigos Relacionados
Iniciando o estudo sobre fração.
Importância do uso das frações.
Veja dicas para iniciar o ensino de frações equivalentes a partir de situações-problema do cotidiano.
Que tal introduzir os números fracionários de forma diferenciada? Confira uma sugestão de aula sobre frações com receita culinária!
Conheça uma sugestão de aula que introduz os conceitos de seno, cosseno e tangente usando apenas os materiais disponíveis em sala de aula.
Confira uma sugestão de aula que pode ser utilizada tanto para o ensino de frações como para dar as bases para o ensino de divisão!
A comparação de fração de uma forma diferente.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola