Topo
pesquisar

Fração e divisão

Estratégias de ensino-aprendizagem

O estudo de frações e divisões é uma das bases para o desenvolvimento discente e é importante explorar várias formas de apresentação desse conteúdo.
PUBLICIDADE

O estudo das frações é essencial para o desenvolvimento dos alunos. E, para isso, é de extrema importância que o conceito de divisão esteja muito claro para os pequeninos, já que o assunto é iniciado ainda na primeira fase do ensino fundamental.

Segundo Robert Siegler, professor de ciências da cognição na Universidade Carnegie Mellon, nos Estados Unidos, crianças que entendem bem as frações e a divisão aos 10 anos de idade, muito provavelmente entenderão bem a álgebra do ensino médio e possivelmente também desenvolverão habilidades para cursos superiores nas áreas que exigem algum conhecimento matemático, como engenharias, economia ou estatística. Sem contar o fato de que habilidades com divisões podem ser o diferencial no mercado de trabalho entre aqueles que chegam a ganhar os melhores salários.

Diante dessas estatísticas, é interessante que o educador dedique algumas aulas para a apresentação das ideias iniciais sobre a divisão, e em particular, sobre o uso das frações. Nesse sentido, auxilia muito o uso de exemplos práticos, jogos e dinâmicas de grupos e não somente os exemplos clássicos da pizza e do chocolate. É importante enfatizar que fração é um número e, como tal, é possível realizar as operações básicas com esse número e também compará-lo. Pode ser feito uma abordagem geométrica, utilizando polígonos e partes dessas figuras para contextualizar o conceito de frações equivalentes, além de ser uma boa alternativa para a comparação de frações. Em relação às dinâmicas de grupos, é de grande valia a discussão entre os alunos, o professor deve instigá-los a encontrar exemplos cotidianos e problemas reais que podem ser resolvidos com aplicação de frações. Quando os próprios alunos apresentam exemplos, as ideias ficam mais arraigadas na memória. O docente também deve estimular o raciocínio e apresentar problemas em que o resultado não pode ser uma fração. Um exemplo simples é dividir ao meio uma turma com número ímpar de alunos, deve-se enfatizar que não é possível dividir um aluno ao meio, e deixar que as crianças proponham uma solução para dividir a turma em partes iguais, talvez aumentar o número de grupos. Com a introdução desse tipo de problema, é útil lembrá-los sobre os divisores de um número e deixar que façam as relações entre um conteúdo e outro.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


Por Franciely Guedes
Graduada em Matemática

Os triângulos, objetos de estudos da Trigonometria, podem ter suas medidas definidas pelas razões trigonométricas
Estratégias de ensino-aprendizagem Sugestão de aula sobre razões trigonométricas
Veja dicas para introduzir o ensino de frações equivalentes
Estratégias de ensino-aprendizagem Ensino de frações equivalentes
Nossa sugestão serve tanto para o ensino de frações quanto para a introdução sobre divisão.
Estratégias de ensino-aprendizagem Sugestão para o ensino de frações
Que tal utilizar a culinária para ensinar frações?
Estratégias de ensino-aprendizagem Proposta de aula sobre frações com receita culinária
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola