Topo
pesquisar

O trabalho literário como fonte de reflexão

Estratégias de ensino-aprendizagem

O culto à boa leitura deve desde cedo ser promulgado no ambiente escolar, razão pela qual o trabalho literário atua como uma eficaz proposta metodológica.
PUBLICIDADE

Júlio Emílio Braz, entre muitas de suas criações artísticas, privilegia-nos com uma obra fantástica, cuja temática retrata acerca do alcoolismo – assunto esse recorrente nos dias atuais.  Assim, tal recorrência parece “casar” perfeitamente com a ideia de que a Literatura, ora concebida como a arte da palavra, concebe-se, sobretudo, como instrumento de reflexão.

A começar pelo título, “A coragem de mudar”, logo você, caro (a) educador (a), sente-se apoiado pela força advinda dessa mesma função que se atribui à palavra, haja vista que, mediante o trabalho com um público heterogêneo, muitas vezes as competências desse nobre profissional ultrapassam as barreiras do magistério propriamente dito, pois as evidências passam a lhe conceder o título, também, de orientador. Orientador sim, por excelência, principalmente partindo da ideia de que os adolescentes, especificamente falando, carecem de um norte, de alguém que lhes mostre as diferenças que há entre trilhar por um trajeto retilíneo e um trajeto sinuoso, cujos obstáculos podem significar um caminho sem volta, simplesmente.

Aspectos metafóricos deixados agora em segundo plano, o fato é que a escola, tida como um segundo grupo a que os educandos pertencem, acaba muitas vezes desempenhando o papel incumbido à família. Assim, cabe ressaltar que é em decorrência desse fato que entra em cena o trabalho com os valores humanos, explorados no intuito de que, senão por completo, ao menos amenize as evidências justificadas pela desestruturação familiar – tida como a principal causa de tantos desequilíbrios.

Imbuído nesse propósito, o educador pode lançar mão do livro “A coragem de mudar”, o qual trata da história de um adolescente, protagonizado pelo personagem César, que se vê acometido pelo vício do alcoolismo e, com isso, paulatinamente passa a sofrer com as consequências desastrosas desse hábito. Ao final da história, justificando o porquê do título, ele toma coragem e adota medidas que irão transformar de uma vez por todas a sua trajetória de vida. Com base nesse enredo, preparamos para você, estimado (a) educador (a), algumas sugestões metodológicas que, com certeza, farão a diferença no seu trabalho. Tão logo os alunos concluam a leitura, mostrar-se-ão aptos a argumentar acerca de alguns aspectos relativos ao assunto tratado na obra em questão. Ei-las, portanto:

A leitura, concebida de uma forma geral, além de nos proporcionar conhecimento, ampliando nossa visão de mundo, possibilita o aprimoramento do repertório e do vocabulário, tornando-nos emissores cada vez mais aptos a desenvolver a prática da linguagem escrita.

A literária, por sua vez, expressa o posicionamento do escritor frente ao mundo em que vive, frente à realidade que o cerca. Assim, tendo em vista a leitura atenciosa que você realizou da obra em questão, certamente que se mostra hábil em responder a alguns questionamentos acerca da temática nela explorada.

1 - Ao lermos uma determinada obra literária, além de nos atentarmos ao enredo (história) propriamente dito, temos de estar cientes no que se refere a outros aspectos. Dessa forma, cite:

- Título da obra

- Nome completo do autor

- Nome completo do (a) ilustrador (a)

- Nome da editora

- Número da edição

- Local onde o livro foi publicado

- Ano em que a obra foi publicada

Agora que esses dados estão completos, faça um breve resumo da biografia do autor – Júlio Emílio Braz.

2 – Por meio da habilidade artística de trabalhar a linguagem, o autor explora uma temática bastante recorrente na sociedade atual: o alcoolismo. Dessa forma, o que você pensa sobre esse assunto, considerando que o álcool é uma droga socialmente aceita?

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

3 – César, o protagonista da narrativa, vê-se acometido por esse vício, cujas consequências lhe renderam “conquistas” desastrosas. Nesse sentido, a mãe dele, Hilda, a todo o momento buscava respostas no sentido de constatar as causas que o levaram a adotar tal comportamento – aspecto abordado em uma das passagens da história, especialmente a que se refere à página 20. Nessa passagem, ela se recordara de um inocente primeiro gole num copo de cerveja do pai quando ele (César) nem sequer tinha treze anos. Assim, qual a sua opinião sobre a atitude de Ricardo, o pai de César?

4 – Tendo em vista que a adolescência representa uma fase de descobertas na vida do ser humano, tornando-o muitas vezes vulnerável, quais as possíveis razões que levam o jovem a se entregar ao vício, assim como fez César?

5 – César, por ter conquistado vários títulos de campeão no skate, vivia sempre rodeado de amigos. Contudo, numa das passagens da narrativa, ocorreu um episódio que de uma forma brusca fez com que a situação se invertesse, fazendo com que o herói da Skatemania se visse mergulhado na mais profunda solidão. Dessa forma, relate que acontecimento foi esse.

6 – A propaganda televisiva, assim como o anúncio publicitário, caracteriza-se como gêneros textuais cuja finalidade é a de persuadir o interlocutor a adotar um tipo de comportamento. Partindo dessa premissa, você concorda que os meios de comunicação (rádio, televisão, jornais, revistas etc.) incentivam o consumo exagerado de bebidas alcoólicas? Por quê?

7 – Dr. Dráuzio Varella é um médico oncologista, cientista e escritor brasileiro, formado pela Universidade de São Paulo, conhecido pelo trabalho que desenvolve na Rede Globo. Em uma entrevista feita ao Dr. Ronaldo Ramos Laranjeira, médico psiquiatra, PhD em Dependência Química na Inglaterra e professor de Psiquiatria na Faculdade de Medicina da Universidade Federal de São Paulo, ele ressaltou a seguinte questão:

Dráuzio– O adolescente que bebe está mais propenso a usar outras drogas?

Ronaldo Laranjeira – Disso ninguém tem dúvida. Uma das evidências mais consistentes na literatura médica é que o uso de álcool ou de cigarro antes dos 16, 17 anos aumenta muito o risco de experimentar maconha e, depois, partir para outras drogas.

Após se certificar desses dados, qual a sua opinião em relação a esse fato?

8 – Os AA (Alcóolicos Anônimos) representam uma comunidade formada por homems e mulheres, cujo caráter é voluntário, que se reúnem para alcançar e manter a sobriedade através da abstinência total de ingestão de bebidas alcoólicas.  Dessa maneira, a sugestão para que César passasse a ser membro dessa entidade foi ideia de uma personagem da história. De quem foi a sugestão e qual foi a reação de César ao ser convidado?

9 – O que aconteceu com o amigo de César em decorrência da entrega total ao vício representou somente uma das consequências causadas por esse hábito (acidente automobilístico). Assim, faça uma reflexão e procure citar as muitas outras consequências que existem por aí e que estão a todo o momento presentes na sociedade. Após citá-las, registre sua opinião em relação a isso.

10 - Tendo em vista que toda narrativa se constitui de um desfecho, seja esse cômico, triste, trágico ou alegre, como terminou toda essa história da vida de César? Qual foi a sua impressão sobre o final de todo o enredo?


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Concebido como fonte de reflexão, o trabalho literário proporciona a conquista de resultados benéficos
Concebido como fonte de reflexão, o trabalho literário proporciona a conquista de resultados benéficos
A realização do planejamento é imprescindível no processo de ensino-aprendizagem
Estratégias de ensino-aprendizagem A importância do Plano de Aula
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola