Whatsapp

Reação de ferro metálico com ácido de refrigerante

Estratégias de ensino-aprendizagem

Essa experiência consiste em colocar palha de ácido num refrigerante de limão, sendo que ocorrerá uma reação entre o ferro da palha e o ácido do refrigerante (ácido cítrico).
O ácido presente no refrigerante e no suco de limão é o ácido cítrico
O ácido presente no refrigerante e no suco de limão é o ácido cítrico
PUBLICIDADE

Dentre os componentes principais dos refrigerantes está o acidulante. Esse composto é responsável por regular a doçura do açúcar, realçar o paladar e deixar o pH do refrigerante ácido (de 2,7 a 3,5), evitando a proliferação de microrganismos. Pode-se usar o ácido cítrico, o ácido fosfórico e o ácido tartárico, dependendo do refrigerante.

No experimento que iremos realizar trabalharemos com o ácido cítrico, que é obtido a partir do microrganismo Asper­gillus niger, que transforma direta­mente a glicose em ácido cítrico.

No caso, os refrigerantes de limão já contêm esse ácido, pois ele está presente no limão. O ácido cítrico é um ácido carboxílico que tem fórmula molecular C6H8O7 e sua nomenclatura oficial é ácido-3-carboxi-3-hidroxipentanodioico. Sua fórmula estrutural está representada abaixo:

Fórmula estrutural do ácido cítrico

Os objetivos principais desse experimento são determinar o pH do ácido cítrico do refrigerante de limão e do suco de limão e analisar como o ferro metálico de uma esponja de aço interage com esse ácido.

Materiais e Reagentes:

  • 1 béquer de 250 mL;
  • 1 tubo de ensaio;
  • Refrigerante de sabor limão; suco de limão;
  • Papel indicador de pH (6 tiras) – pode ser encontrado em lojas que vendem produtos para aquários;
  • Palha de aço;
  • Solução de água oxigenada (H2O2) a 3% m/m (10 volumes);
  • Pipeta.

Procedimento Experimental:

1ª parte:

  1. Colocar o refrigerante de sabor limão em cerca da metade do béquer;

Determinação do pH do refrigerante de limão

  1. Determine o seu pH com o papel indicador e anote;
  2. Adicione um chumaço de palha de aço e observe o que acontece;
  3. Após 20 minutos adicione a água oxigenada no béquer com o auxílio da pipeta.

2ª parte:

  1. Coloque cerca de 5 mL de suco de limão no tubo de ensaio;
  2. Determine seu pH;
  3. Adicione um pequeno chumaço de palha de aço e observe o que ocorre;
  4. Determine o pH do suco de limão a cada intervalo de 5 minutos;
  5. Anote as eventuais alterações no sistema.

Resultados e Discussão:

A determinação inicial do pH do meio é dada para se indicar a acidez do refrigerante e do suco, que é decorrente da presença do ácido cítrico. Quando a palha de aço é adicionada, pode-se observar (como mostra a figura abaixo) que se inicia um processo em que se formam bolhas de gás na malha de ferro. O mesmo ocorre no suco de limão, porém, com uma maior intensidade.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A palha de aço é levantada pelas bolhas que se acumulam na malha de seus fios

Essas bolhas fazem a palha de aço levantar. Quando a palha chega à superfície, e o gás é liberado, ela volta a descer:

A palha de aço afunda depois que o gás se desprende da solução de refrigerante

O professor pode perguntar aos alunos qual é a reação responsável pela formação dessas bolhas e pedir para que os alunos a equacionem no caderno.

O ferro reage com ácidos (soluções que possuem os íons H+(aq) ou H3O+(aq)), liberando gás hidrogênio, conforme a reação abaixo:

Fe(s) + 2 H+(aq) → Fe2+(aq) + H2(g)

O professor também pode perguntar aos alunos qual é o motivo do aparecimento da cor verde e também por que o pH do meio alterou-se.

Cor verde que indica a formação do íon ferro (II)

A resolução dessa questão está no fato de que à medida que a reação avança, a concen­tração de H+(que torna o meio ácido) diminui e, por consequência, o pH aumenta. Esse fato leva à precipitação do Fe2+como hidróxido. O hidróxido de ferro (II) é um precipitado amarelo esverdeado.

O Fe (II) é um agente redutor frente ao peróxido de hidrogênio (água oxigenada). Por isso, quando o adicionamos, o Fe2+ é oxidado a Fe3+ e o precipitado passa a ser Fe (OH)3, que é um precipitado de cor castanha avermelhada, de acordo com a equação:

2 Fe(OH)2(s)+ H2O2(aq)→ 2 Fe(OH)3(s)

A adição de água oxigenada oxida o íon ferro (II) a ferro (III), formando o hidróxido de ferro (III)

A mudança de cor que pode ser vista na imagem acima é o resultado visual dessa reação redox.

Isso também pode levar os alunos a constatarem a presença de um antioxidante no meio (a vitamina C do suco de limão). Esse antioxidante impede que o Fe2+(aq) seja transformado em Fe3+(aq). Forma-se apenas o precipitado de hidróxido de ferro (II) e não o hidróxido de ferro (III). É preciso adicionar a água oxigenada para que isso ocorra.


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Artigos Relacionados
Esse experimento consiste na determinação da acidez de uma amostra de suco de limão ou de laranja, que pode ser usada para explicar o conteúdo de Titulação ácido-base.
Como provar a constante de ionização presente em ácidos.
Aprenda a fazer uma mensagem secreta que apenas quem souber a explicação química para esse processo poderá descobrir o que está escrito.
Aprenda a fazer seu próprio indicador ácido-base.
Medindo a acidez e alcalinidade de substâncias.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola