Uso de filmes na aula de história

Estratégias de ensino-aprendizagem

A utilização de filmes na aula de história proporciona a elaboração de atividades que estimulam os alunos a compreenderem o conteúdo.
PUBLICIDADE

O uso de filme na aula de história é uma importante ferramenta metodológica que pode ser utilizada pelo professor. É uma maneira de transformar uma aula excessivamente palestrante em uma aula voltada para a interação e socialização do conteúdo em sala de aula. Assim, ao propor a exibição de um filme como discussão do conteúdo perante os alunos, o professor abrirá possibilidades para que eles se insiram na construção do conhecimento, contribuindo assim para o enriquecimento do cotidiano escolar.

O professor, ao propor o uso do filme, deverá desenvolver uma minuciosa preparação de sua aula, para que os alunos não vejam essa atividade somente como um momento de diversão. Dessa forma, o primeiro passo é escolher um filme que se encaixa dentro do que está sendo discutido em sala de aula; depois, analisar a narrativa do filme para ver se a linguagem e o roteiro são adequados para a faixa etária da turma. Além do mais, é necessário fazer uma breve introdução do que será retratado no filme, tornando evidente, por exemplo, o ano que a produção foi elaborada e o nome dos diretores que o produziram.

Para mostrar que o filme tem importância na análise do conteúdo é importante elaborar uma atividade avaliativa sobre o tema em questão. Um círculo de debate para compreender o que foi retratado de mais pertinente no filme servirá de baliza para avaliação. Pode-se, por exemplo, solicitar que os alunos façam perguntas uns para os outros para estimular a socialização do conteúdo apresentado, pois nem sempre uma sala em silêncio é uma sala em aprendizado. Isso permite, portanto, fazer com que os alunos sejam protagonistas na produção do conhecimento, dando a eles responsabilidade perante o conteúdo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Na transmissão do ensino de História podemos destacar uma série de filmes que podem ser analisados e debatidos. Entre esses filmes, selecionamos três como dicas de aulas, que são: “Revolução dos Bichos”, filme baseado na obra do escritor inglês Georg Orwell, que faz uma analogia da Revolução de alguns animais de uma fazenda com a Revolução Russa (1917). Os animais sendo explorados pelo seu dono, o fazendeiro Jones (Pete Postlephwaite), revoltaram e expulsaram os humanos da fazenda, criando um novo regime sob o poder de um animal chamado Napoleão. Nessa aula, o professor poderá realizar uma análise do conceito de Revolução junto aos alunos.

A segunda dica fica por conta do filme intitulado “V de Vingança” que retrata a discussão em torno da liberdade na sociedade inglesa. O romance rodado em 2006 discute a manipulação política-ideológica que a sociedade enfrenta perante os seus governantes. Assim sendo, pode-se discutir com os alunos o conceito de anarquismo nas relações sociais como uma alternativa ao mundo capitalista da atualidade.

Por fim, citamos aqui o filme brasileiro “Batismo de Sangue”, dirigido pelo cineastaHelvécio Ratton, que retrataa participaçãoeo apoio dos frades Tito, Betto e Oswaldo ao grupo guerrilheiro Ação Libertadora Nacional, comandado por Carlos Marighella. Nessa produção, o professor poderá discutir o conceito de censura e a participação da Igreja Católica na ditadura militar no Brasil.


Por Fabrício Santos
Graduado em História

As aulas tradicionais de História não davam espaço para debates e discussões
As aulas tradicionais de História não davam espaço para debates e discussões