Whatsapp

Saúde mental do professor na quarentena

Trabalho Docente

Whatsapp
PUBLICIDADE

A saúde mental do professor na quarentena é um assunto extremamente importante, uma vez que muitos têm relatado uma sobrecarga de trabalho, altos níveis de estresse e situação de impotência diante do cenário atual da educação.

Com o distanciamento social, as aulas foram suspensas em todo o país, e, com isso, a educação não presencial tornou-se uma alternativa. Fato é que muitos estabelecimentos de ensino não estavam preparados para as aulas nessa modalidade, e o professor foi obrigado a reinventar-se em um momento em que toda a população está envolvida em um turbilhão de sentimentos.

Leia mais: Estresse - o que é, fases do estresse e agentes estressores

Para conseguir desempenhar suas atividades com qualidade e ainda enfrentar toda a problemática envolvida com o distanciamento, é fundamental que o professor cuide bem da sua saúde mental. A seguir, separamos algumas dicas importantes para que esse profissional possa conseguir enfrentar essa situação da melhor forma possível.

Mudanças na rotina de trabalho e aumento da pressão sobre os professores podem desencadear problemas psicológicos.
Mudanças na rotina de trabalho e aumento da pressão sobre os professores podem desencadear problemas psicológicos.
  • Dica 1 - Mantenha uma rotina

Trabalhar em casa não é uma tarefa fácil, pois muitas distrações podem ocorrer durante o dia. Atividades domésticas, filhos ou mesmo o momento da refeição podem ser motivos para desviar-se do foco do trabalho. Além disso, muitas vezes, para tentar compensar os momentos de distração, o trabalhador acaba excedendo seus horários de trabalho.

Diante disso, é fundamental que o professor, bem como outros profissionais que estão em home office, adote uma rotina diária, mantendo definidos os momentos voltados para o lazer, as obrigações do dia a dia e o trabalho. Isso é essencial para que o profissional não trabalhe excessivamente e sinta-se sobrecarregado.

  • Dica 2 - Compartilhe suas dificuldades e aprendizados com os colegas de trabalho

Na nova realidade educacional estabelecida pela quarentena, muitos professores sentem-se perdidos e com dificuldades, por exemplo, para gravar videoaulas ou ministrar aulas on-line. É importante dividir as experiências com os colegas de trabalho para que você possa ser ajudado e também possa ajudar os outros. É um momento de aprendermos juntos e dividirmos nosso conhecimento.

Leia também: Dicas para melhorar suas aulas por videoconferência

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

  • Dica 3 - Estabeleça um tempo de descanso

Muitos professores reclamam que, após o início das aulas não presenciais, sentem que não possuem mais o tempo de descanso. Muitas escolas, por exemplo, estabeleceram o contato direto entre aluno/pais e professores, fazendo com que essa comunicação extrapolasse o momento que deveria ser dedicado ao trabalho.

É fundamental que os professores cumpram com seus compromissos, mas é importante também se desconectar no momento certo. A pressão e a sobrecarga de trabalho podem ser responsáveis por crises de ansiedade, estresse e até mesmo depressão. Sendo assim, obedeça sua rotina e separe um momento para você.

  • Dica 4 - Mantenha-se conectado com as pessoas que ama

No momento de distanciamento social, é importante manter o contato com quem a gente ama. Hoje a tecnologia permite que continuemos próximos de nossos amigos e familiares mesmo à distância. Redes sociais e ligações por vídeo, por exemplo, são capazes de reduzir a distância e fazer com que não nos sintamos tão sozinhos nesse momento. Desabafar, compartilhar as angústias e as alegrias, rir e divertir-se são atitudes fundamentais para manter-se bem nesse momento caótico.

  • Dica 5 - Pratique atividades físicas na sua casa

Estabelecer horários e realizar atividades prazerosas podem ajudar a enfrentar esse momento de distanciamento social.
Estabelecer horários e realizar atividades prazerosas podem ajudar a enfrentar esse momento de distanciamento social.

As atividades físicas estão relacionadas com uma melhora do bem-estar emocional, sendo responsáveis por reduzir o estresse bem como os níveis de ansiedade e quadros leves de depressão. Mesmo estando em casa, é possível exercitar-se. Para ajudar, muitos canais nas redes sociais estão disponibilizando aulas simples para manter-se ativo nesse período de distanciamento.

Leia também: Importância das atividades físicas

  • Dica 6 - Pratique técnicas de relaxamento

Para minimizar as crises de ansiedade e o estresse, uma dica é apostar em técnicas de relaxamento. Sem dúvidas, uma das técnicas mais conhecidas é a do controle da respiração. Um exercício que você pode tentar é: respirar profundamente e expirar demorando o dobro do tempo gasto para inspirar. Repita esse ciclo respiratório até sentir-se mais relaxado.

  • Dica 7 - Procure ajuda especializada

Nesse momento de distanciamento, muitos psicólogos estão realizando as sessões on-line, garantindo, dessa forma, a ajuda que precisamos para permanecer em nossas casas. Caso sinta que o peso das atividades do dia a dia e dos acontecimentos atuais está tornando-se muito difícil de ser carregado, não hesite em procurar ajuda.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Artigos Relacionados
Está tendo dificuldade para garantir disciplina nas aulas virtuais? Clique aqui e confira dicas de como reduzir a indisciplina durante as aulas on-line!
Confira como é possível dinamizar as aulas de física on-line. Descubra como usar simulações de forma correta, e confira um plano de aula pronto para ser usado.
Veja um passo a passo de como utilizar o Google Classroom, ferramenta gratuita que permite que professores e estudantes compartilhem conteúdos escolares.
Dúvidas de como engajar os alunos nas atividades à distância? Clique aqui e confira dicas para melhorar a participação dos alunos durante as aulas on-line.
Veja de que forma a democratização e bom uso da tecnologia podem influenciar na educação formal de qualidade em nosso país, assim como na igualdade de oportunidades.
Sem saber como melhorar suas aulas on-line? Clique aqui e aprenda como usar o filme "Procurando Dory" no ensino de Ciências e Biologia.
Acesse e leia uma discussão acerca da possibilidade de utilizar-se a navegação em museus virtuais como alternativa metodológica para as aulas de história.
Não sabe como melhorar suas aulas virtuais? Clique aqui e descubra como o uso de animações nas aulas de biologia à distância pode torná-las mais dinâmicas.